Flórida além da Disney tem safári, parque de Lego e economia de até 39%

turismo
30.06.2019, 06:00:00

Flórida além da Disney tem safári, parque de Lego e economia de até 39%

Saia do roteiro tradicional e economize entre 21% e 39% com ingressos de atrações para toda a família no Centro da Flórida

Nem só de Mickey Mouse vive o centro da Flórida. Além dos famosos complexos de parques de Walt Disney e dos estúdios Universal, dá para curtir bons dias ensolarados no interior do estado, que é queridinho de brasileiros nos Estados Unidos. Um safári, o parque do Lego, um resort temático de rodeio e um imenso jardim com uma torre munida de uma orquestra de sinos estão entre as possibilidades de diversão para toda a família.

Fugir do tradicional combo Disney + Universal pode significar uma economia que varia entre 21% e 39% nos gastos com ingressos. Na programação de quatro dias sugerida nesta reportagem, cada pessoa gastará, aproximadamente, US$ 347 com o acesso às atrações. O valor é 21% menor do que os US$ 439 que seriam gastos com entradas básicas - que restrigem o acesso a um parque por dia - para dois dias na Disney + dois na Universal. Com ingressos menos restritos, que permitem transitar por mais de um parque da Disney ou Universal por dia, o valor sobe para U$ 569 e a economia fica maior: 39%.

"Eu me remexo muito, eu me remexo muito": alimentar lêmures é uma das atividades do Safari Wilderness (Foto: Victor Villarpando)

De acordo com o Visit Central Florida, órgão do governo da Flórida que divulga a região, o Brasil está entre os países que mais mandam turistas para lá, se revezando nas primeiras posições com Canadá e Reino Unido. Em nível nacional, a Flórida só perde para Nova Iorque na preferência dos brasileiros, segundo dados do Brand USA, escritório de promoção turística estadunidense.

O safári também tem zebras (Foto: Victor Villarpando)

A sensação é de estar numa grande plantação de laranja cortada por estradas enormes, habitadas por SUVs e caminhonetes proporcionalmente imensas, com rodas que chegam a ter mais de mais de um metro de altura. Aliás, tudo é feito de carro, nem se programe pra ir andando que não dá. Além das placas, é fácil saber que se chegou a uma cidade: na entrada de cada uma delas há centros comerciais que lembram o finado Aeroclube, com lojas ao ar-livre. E, claro, outlets, unidades do Walmart, fast foods e condomínio fechados com casas de dois andares. Bora viver dias de sonho americano?

No Safari Wilderness, os bichos ficam soltos pelo campo (Foto: Victor Villarpando)

Safari Wilderness
Numa área de cerca de 1 milhão de metros quadrados, equivalente a mais de 2.300 quadras poliesportivas, são 400 espécies de animais como zebras, búfalos, veados, avestruzes e lhamas. Fora a tensão de tomar uma bicada de uma avestruz curiosa, é tudo bem tranquilinho. Experiência única estar perto de todos esses bichos que, até então, só havia visto em documentários da National Geographic.

O passeio no safári pode acontecer de camelo... (Foto: Victor Villarpando)

Fiz o tour de duas horas e meia numa caminhonete antiga (custa U$ 99 por pessoa), que tem saídas diárias às 9h, 13h e 15h. Mas quem tem a partir de seis anos pode fazer o percurso no lombo de um camelo (U$ 199 por pessoa). Quem tem entre 3 e 5 anos precisa montar acompanhado de um adulto. Menor de três anos só na traseira da caminhonete mesmo.

Ou de caminhonete adaptada (Foto: Victor Villarpando)

Além da parte aventureira, tem momentos de extrema fofura. É o caso de dar comida para porquinhos da Índia (U$ 9 por pessoa) ou uvas para os lêmures – aqueles ‘macaquinhos’ que cantam ‘eu me remexo muito’ no desenho Madagascar (U$ 29 por pessoa).

No meio do caminho pode ter uma avestruz enxerida, mas é super de boa: tudo que elas querem é um petisco que a guia leva no balde (Foto: Victor Villarpando)

Ah, e uma dica: se puder, escolha como guia uma senhora de cabelo laranja chamada Jay Jay. Ela trabalha lá desde antes de abrir ao público e é também a cuidadora dos bichos, então sabe hábitos e particularidades de cada um. Fica em Lakeland e precisa fazer reserva: safariwilderness.com.

Alimentar os lêmures dá um medinho no início: depois é só alegria (Foto: Victor Villarpando)

Legoland
Não vá esperando sensações de quase-morte e brinquedos de deixar o coração saltando pela boca. O Legoland é lindo, lúdico, colorido e cheio de coisas em tamanho real construídas com mais de 60 milhões de pecinhas de Lego, como dinossauros, posto de gasolina e até girafas.

O Legoland é cheio de obras gigantes feitas com Lego (Foto: Victor Villarpando)

Perfeito para quem vai com crianças pequenas e para quem tem medo de montanha russa barra-pesada. Por outro lado, os adultos não ficam desamparados: além de simuladores, carrossel, rodas-não-tão-gigantes e montanhas russas light, as lojas são cheias de tentações. Foi o caso da série especial Architecture, com a qual dá para montar, em Lego, miniaturas de ícones da arquitetura mundial, como Estátua da Liberdade (U$ 120) ou o centro de Londres (U$ 39).

No Legoland tudo é bonito e colorido (Foto: Victor Villarpando)

Das atrações, as que mais gostei foram: Miniland, que tem miniaturas de cidades dos Estados Unidos e bonecos em tamanho real de personagens do filme Guerra nas Estrelas; Great Lego Race VR, que é uma montanha russa com óculos de realidade virtual; e The Lego Movie Masters of Flight, um simulador de voo muito legal.

Até personagens de Guerra nas Estrelas ganharam versões Lego em tamanho real (Foto: Victor Villarpando)

De março a outubro há ainda um parque aquático, mas na mesma vibe: suave. Para almoçar no parque, gostei do restaurante Funtown Pizza and Pasta Buffet, no qual adultos pagam U$ 16,99 e crianças U$ 10 para comer e beber, à vontade, saladas, pizza e refrigerantes. O ingresso custa a partir de U$ 84,99 por pessoa. Fica em Winter Haven. Mais informações em legoland.com/florida.

The Lego Movie Masters of Flight: simulador de voo muito legal (Foto: Divulgação)

Bok Tower Gardens
Eleito o melhor jardim da Florida e o terceiro melhor dos Estados Unidos pelo USA Today's 10Best Readers' Choice, o Bok Tower Gardens tem mais de 2 milhões e 800 mil metros quadrados, o equivalente a cerca de 23 vezes a área da Fonte Nova.

O Bok Tower Gardens, seu lago e sua torre de 60 sinos: melhor jardim da Flórida e terceiro melhos dos EUA (Foto: Reprodução/Instagram)

Em meio a dezenas de espécies de plantas, 126 de pássaros, muitos esquilos, instrumentos musicais, brinquedos de parquinho, redes e um lago com carpas, o destaque vai para uma majestosa torre com 62 metros de altura e uma orquestra de 60 sinos, inaugurada em 1929.

Cheio de plantas, flores e áreas para caminhada, o Bok Tower Park é ótimo passeio para relax em família (Foto: Victor Villarpando)

Para quem quiser almoçar no local, o Blue Palmetto Café tem saladas e sorvetes deliciosos. Funciona todos os dias do ano, de 8h às 18h. Ingresso de adulto custa U$ 15 e o de criança sai a U$ 5. Menores de cinco anos entram grátis. Mais informações: boktowergardens.org.

No Westgate River Ranch tem rodeio de verdade (Foto: Divulgação)

Westgate River Ranch
É um resort todo temático de velho oeste. O clima diferentão já começa nos dormitórios. Quem quiser sair do básico apartamento (Lodge Suite - U$ 198,80 por noite) pode optar pelo Glamping, espécie de camping com glamour, no qual dorme-se dentro de tendas enormes e luxuosas, com todo o conforto possível (U$ 268,80 por noite).

Tem brincadeira de competição de tiro ao alvo, só que os alvos são discos jogados por uma máquina de maneira super rápida (Foto: Divulgação)

Entre as atividades de lazer, que são abertas ao público, tem rodeio de verdade nos sábados (U$ 20 para adultos e U$ 10 para crianças de 5 a 12 anos), passeio de cavalo (U$ 48,15 por 45 minutos), arco e flecha (U$ 10), touro mecânico (U$ 8) e tiro ao alvo (U$ 45 por 25 balas). Este último é uma experiência bem exótica. Ao mesmo tempo em que é legal acertar alvos e competir com os colegas, é estranhíssimo segurar uma arma, um negócio que está sendo usado para uma brincadeira, mas que também pode matar. Uma das colegas do grupo, depois do primeiro tiro, caiu fora porque não curtiu a sensação.

O bar é estilo saloon de velho oeste (Foto: Victor Villarpando)

Bem pitoresco, diferente. De início fiquei achando cafona, mas depois gostei. Amei os restaurantes e bares no formato saloon, que são iguaizinhos aos dos filmes, mas com ar-condicionado. Fica na estrada, entre Lake Wales e Yeehaw Junction. Mais informações no site do resort.

Olha que linda a tenda de glamping, união das palavras glamour e camping (Foto: Divulgação)

Harry’s
De longe a comida mais saborosa que comi em toda Flórida – o que não foi muito difícil. Fora os restaurantes mexicanos, é tudo meio sem gosto. Mas o restaurante com comidas creole e cajun, típicas de New Orleans, na Louisiana, é um hino. Sério. Tudo lá estava deliciosamente bem temperado. Pudera: muito bacon, camarão, coentro, cebola, tomate e pimentinha com frituras à vontade não tem como dar errado.

Tomates Verdes Fritos (U$ 8,99) empanados, com queijo de cabra e aioli de molho de pimenta defumada (chipotle): maravilha do Harry's (Foto: Divulgação)

Destaque para os cinematográficos Tomates Verdes Fritos (U$ 8,99) empanados com farinha de milho, salpicados com queijo de cabra e servidos aioli de molho de pimenta defumada (chipotle), para a tradicional Jambalaya (tipo um arroz caldoso com camarão, galinha e linguiça - U$ 11,99) e o fantástico Shrimp'N'Grits (camarões cozidos à moda da Louisiana - manteiga, linguiça, tomate, bacon picado, alho, cebola... - com molho cajun vermelho e um purê de aveia com milho – U$ 13,49).

Jambalaya (tipo um arroz caldoso com camarão, galinha e linguiça - U$ 11,99) do Harry's (Foto: Divulgação)

Tudo que provei estava sensacional. E eram sabores muito únicos. Fora que tinha até a estátua de um Preto Velho na porta. Me senti em casa. Recomendo fortemente. A unidade que fui fica em Lakeland, mas há outras pelos Estados Unidos. Mais informações em hookedonharrys.com.

Olha que bonitinho o Harry's (Foto: Victor Villarpando)

Icon Orlando
Parque que fica no meio da cidade. Quem gosta de aventura pode jogar – ou melhor, se pendurar – no StarFlyer, brinquedo com cadeiras de balanço que rodam 360 graus a 72 quilômetros por hora a uma altura de 137 metros. É o mais alto brinquedo deste tipo do mundo.

O Icon Orlando: roda gigante suave e StarFlyer radical: amei (Foto: Reprodução/Instagram)

Deixar os sapatos no chão e ver a cidade do alto com o vento bagunçando meus cabelos foi uma das experiências mais libertadoras pelas quais já passei. Palavra de quem tem medo de altura. Tem gente que sobe com o celular pra fazer selfies lá no alto, mas não tenho esse desprendimento. Custa U$ 34,50.

Para quem quer um rolé mais suave, recomendo a roda gigante, a mais alta da costa leste dos EUA. São mais de 121 metros de altura no ponto mais alto, mas é tudo muito tranquilo, devagarzinho e protegido, dentro de uma cabine de metal e vidro. As vistas são bonitas (U$ 27,99 por pessoas). Mais informações: iconparkorlando.com.

Se ligue, viu?

Como chegar
Não há vôo direto entre Orlando e Salvador. Mas tem um da Copa Airlines que dura 12 horas, com conexão na Cidade do Panamá; um da Gol com conexão em Brasília e 11 horas de voo; um da Azul com conexão em Campinas e 14h de duração.

Visto
Brasileiros precisam de visto prévio para visitar os Estados Unidos. É necessário agendar pelo site br.usembassy.gov/pt e viajar para fazer a entrevista nos consulados de Recife, São Paulo, Rio de Janeiro ou Porto Alegre.

Moeda
O dólar está caro. Até o fechamento desta reportagem, em Salvador, as casas de câmbio de Salvador estavam negociando a R$ 4,05.

Carro
Alugue um, pois tudo é longe. Brasileiros não precisam de CNH para dirigir lá por um prazo de 180 dias.

Onde ficar
Das opções que ví por lá, a mais vantajosa me pareceu o Balmoral Resort. É um condomínio fechado com 150 casas tipicamente de filme americano, para aluguel por temporada. Uma com capacidade para até oito pessoas e piscina sai por a partir de U$ 127,17. Fica em Haines City. Mais informações em feltrimresorts.com/balmoral-resort.

Uma das casas do Balmoral (Foto: Reprodução/Instagram)

Comprinhas  
Para aproveitar as promoções da rede de farmácia Walgreens, basta inventar um número de telefone e pegar seu cartãozinho em qualquer loja. Foi nessa que comprei dois potes de sorvete Häagen-Dazs por U$ 7. Fora isso, guarde seus dólares pro Walmart ou para a Ross: são os lugares mais baratos, até pra comprar remédio.

Sabe o pote médio de Häagen-Dazs que custa quase R$ 30 aqui em Salvador? Lá você acha por a partir de US 3,50 (Foto: Victor Villarpando)

Brasileiros amam
Segundo dados do Brand USA, escritório de promoção de turismo dos Estados Unidos, a Flórida é o segundo dos 50 estados americanos que mais desperta interesse de brasileiro: perde por apenas 3% para Nova Iorque.

*O jornalista viajou a convite do Visit Central Florida


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/medo-de-ter-contato-novamente-diz-professora-intoxicada-por-oleo-em-itapua/
Tailane diz que também abrirá mão de caminhadas na areia da praia
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/corpo-da-modelo-que-caiu-de-jet-ski-em-barragem-na-bahia-e-encontrado/
Natural de Jacobina, jovem havia desaparecido em Ponto Novo no último sábado 
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/projeto-comprova-faz-aulao-sobre-como-verificar-conteudos-falsos-nas-redes-assista/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/modelo-de-18-anos-desaparece-apos-cair-de-jet-ski-em-barragem-na-bahia/
Buscas continuam em Ponto Novo; jovem é natural de Jacobina
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/astros-das-series-la-casa-de-papel-e-esquadrao-6-vem-ao-brasil/
Netflix confirmou presença dos artistas em paineis na CCXP 2019, no dia 8 de dezembro em São Paulo
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/descarte-de-500-kg-de-petroleo-cru-em-area-ambiental-de-marau-e-investigado/
Prefeitura nega responsabilidade e diz que investiga culpados
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/gilberto-grava-video-com-pedido-de-desculpas-a-torcida-do-bahia/
Atacante causou polêmica após derrota por 3x1 para o Flamengo; veja aqui
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/mp-denuncia-policiais-por-abuso-contra-cliente-agredido-na-caixa/
Militares deram 'mata-leão' no empresário Crispim Terral na frente da filha de 15 anos
Ler Mais