Fora de listas da Forbes, brasileiro é considerado ‘bilionário oculto’; saiba quem é

em alta
03.10.2021, 16:15:18

Fora de listas da Forbes, brasileiro é considerado ‘bilionário oculto’; saiba quem é

Fundador da MRV e dono da CNN Brasil e Banco Inter conseguiu 'esconder fortuna'

Volta e meia, a revista Forbes, especializada em ‘entregar’ o saldo na conta bancária de algumas das pessoas mais ricas do mundo, traça um panorama de quem tem mais ou menos bilhões de reais ou dólares para usufruir.

No entanto, muitas vezes alguns desses personagens, de tão discretos, acabam não pintando nos tradicionais rankings da publicação americana. E um desses nomes é de um brasileiro: o empresário Rubens Menin, fundador da MRV.

Além de co-fundador e presidente da MRV Engenharia, Menin também é o fundador do canal de televisão CNN Brasil e do Banco Inter. Portanto, não chega a ser uma novidade que ele seja um dos homens mais ricos do país, mas a Bloomberg Markets conseguiu estimar o tamanho da fortuna do 'bilionário oculto', que aparece na mesma lista composta de oito pessoas ‘ignoradas’ pela Forbes.

A MRV, fundada por Menin em 1979, está prestes a se tornar a maior construtora de casas do mundo. A companhia mineira contabiliza R$ 3,7 bilhões em vendas e, de acordo com a Bloomberg, a fortuna de Menin é de pelo menos US$ 1,6 bilhão (cerca de R$ 8 bilhões na cotação atual).

Outros super ricos apontados como ‘bilionários ocultos’ pela Bloomberg são o alemão Guenther Fielmann, com pelo menos de US$ 3,4 bilhões; o peruano Carlos Rodriguez-Pastor, com US$ 3 bi; o canadense Eric Sprott, que acumula US$ 1,3 bi; o francês Alain Taravella, da companhia Altarea; e o marroquino Anas Sefrioui, que enriqueceu no ramo imobiliário com a Douja Prom Addoha, acumulando, pelo menos, US$ 2,7 bilhões.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas