Funkeiro chora após ter carro de R$ 500 mil apreendido em blitz: 'Só porque sou preto'

em alta
12.06.2020, 08:45:00
Atualizado: 12.06.2020, 08:51:11
(Foto: Reprodução)

Funkeiro chora após ter carro de R$ 500 mil apreendido em blitz: 'Só porque sou preto'

Segundo MC Davi, carro estava com pagamentos e documentação em dia

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O funkeiro MC Davi teve seu carro, uma Land Rover avaliada e, R% 500 mil, apreendida na tarde desta quinta-feira (11) durante uma abordagem policial em São Paulo. Revoltado com a situação, o funkeiro fez uma transmissão ao vivo no Instagram chorando muito e afirmando ter sido vítima de racismo.

"Só porque eu sou preto e MC. Aqui tem duas viaturas. Um policial foi legal comigo, os outros, não", reclamou ele. "Não fiz nada! Só porque eu sou preto e MC", repetia, indignado.

No vídeo, ele garante que a documentação do carro e a habilitação estão em dia. MC Davi diz que tinha acabado de sair de uma loja de roupas em Tatuapé e estava indo gravar um clipe quando o carro dele foi abordado por policiais próximo ao Horto Florestal. O funkeiro estava com duas pessoas no carro.

"Não estava correndo nem nada. Vem sem preto, ser MC e ter tatuagem na cara...", disse Davi, enquanto os policiais militares aguardavam o reboque para levar o carro, que seguiu para um depósito da Prefeitura.

Assessor de Imprensa do funkeiro, Timotinho explicou que os policiais decidiram levar o carro para averiguação após MC Davi se exaltar durante a abordagem. Ao jornal Extra, as assessorias de Polícia Civil e a do Detran de São Paulo disseram que estão apurando os fatos para informar o que ocorreu.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas