Fuzuê toma conta das ruas da Ondina e Barra

bahia
03.02.2018, 17:37:00
Atualizado: 03.02.2018, 18:09:08

Fuzuê toma conta das ruas da Ondina e Barra

Preparativos para a maior festa popular do planeta já tem folia nas ruas de Salvador

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A cidade já está em clima de Carnaval no Fuzuê, que deu o primeiro tom para a festa de Momo que começa oficialmente na próxima quinta-feira (8). A folia já acontece nas ruas do bairro da Barra e Ondina, no  circuito Orlando Tapajós, que faz o contra-fluxo, saindo de Ondina para a Barra.

Foro: Roberto Midlej/CORREIO
O bloco Congos e Reinados vem de Cairu para participar da festa popular (Foto: Roberto Midlej/CORREIO)

Pequenos bloquinhos e fanfarras fazem a festa dos foliões que vão, em grande parte, fantasiados para a festa. O vendedor Marcos Gomes, 55, veio da cidade de Catu, na região Metropolitana para curtir com a família. "O carnaval tá no sangue e eu toruxe meu neto de seis meses, Gabriel", diz, com o pequeno no colo e acompanhado pela esposa e outros dois netos.

E teve gente desfilando de bicicleta pela avenida. Montados em seus camelos, foliões fantasiados disputam para ver qual a melhor fantasia. O concurso está sendo feito pelo perfil no Instagram do Salvador vai de Bike (@salvadorvaidebike).

Participando pela primeira vez da festa, as amigas Larissa Araújo, Maria Cristina Almeida e Érica Araújo resolveram apostar na fantasia. "A fantasia de diabinha foi ideia  minha. Mas  já nos chamaram de capetinha também. O significado? Ah, depende da interpretação de cada um", comenta Larissa aos risos. Ela é a "diabinha" da esquerda. Ela conta também que é a sua estreia no Fuzuê. "Gosto do clima light e família daqui", pontua.

Até o momento já desfilaram também os blocos "Mamãe eu quero mamar", Caretas de Acupe" e "Congos e reinado". 

Confira imagens do Fuzuê:

O vendedor Marcos Gomes, 55, trouxe a família
O vendedor Marcos Gomes, 55, trouxe a família (Foto: Roberto Midlej/CORREIO)
As amigas Larissa Araújo, Maria Cristina Almeida e Érica Araújo resolveram apostar na fantasia de diabinhas
As amigas Larissa Araújo, Maria Cristina Almeida e Érica Araújo resolveram apostar na fantasia de diabinhas (Foto: Roberto Midlej/CORREIO)
Igor Vivas, 34, professor secundarista foi para a festa com o filho Guilherme, de um ano e oito meses
Igor Vivas, 34, professor secundarista foi para a festa com o filho Guilherme, de um ano e oito meses (Foto: Roberto Midlej/CORREIO)
O Bloco Mamãe eu quero mamar levou para a avenida um manifesto pró-amamentação em público
O Bloco Mamãe eu quero mamar levou para a avenida um manifesto pró-amamentação em público (Foto: Roberto Midlej/CORREIO)
Eles entoaram canções como tocou Balão Mágico, Xuxa e o sucesso Despacito
Eles entoaram canções como tocou Balão Mágico, Xuxa e o sucesso Despacito (Foto: Roberto Midlej/CORREIO)
Eles também querem incentivar o aleitamento e a doação de leite materno
Eles também querem incentivar o aleitamento e a doação de leite materno (Foto: Roberto Midlej/CORREIO)
O bloco Caretas de Acupe veio de Acupe, distrito de Santo Amaro, no Recôncavo só para o Fuzuê
O bloco Caretas de Acupe veio de Acupe, distrito de Santo Amaro, no Recôncavo só para o Fuzuê (Foto: Roberto Midlej/CORREIO)
O bloco conta com 30 participantes
O bloco conta com 30 participantes (Foto: Roberto Midlej/CORREIO)
Tem também o Congos e Reinado, de Cairu, que desfila com seus participante no circuito Orlando Tapajós
Tem também o Congos e Reinado, de Cairu, que desfila com seus participante no circuito Orlando Tapajós (Foto: Roberto Midlej/CORREIO)

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas