Geddel é levado à solitária por desacatar agente penitenciário

brasil
28.06.2018, 15:57:00
Atualizado: 28.06.2018, 16:11:01

Geddel é levado à solitária por desacatar agente penitenciário

Ex-ministro descumpriu uma ordem durante uma revista pessoal

O ex-ministro Geddel Vieira Lima foi levado para a solitária do Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília, por ter desacatado um agente penitenciário durante uma revista pessoal. O caso ocorreu na noite da última terça-feira (27) e levou o político baiano a ser separado dos demais nove detentos que dividem a cela com ele. 

Geddel teria se recusado a cumprir uma ordem do agente para que realizar um procedimento de rotina e chegou a ser encaminhado à 30ª Delegacia de Polícia, em São Sebastião, que registrou a ocorrência. O ex-ministro está preso no Presídio da Papuda desde setembro do ano passado. Ele é acusado de corrupção passiva, lavagem de dinheiro, organização criminosa e obstrução de investigação. 

A prisão ocorreu após a descoberta das malas de R$ 51 milhões em um apartamento em Salvador, que seria utilizado como "bunker" pelo ex-ministro. Ele já cumpria prisão domiciliar desde julho do ano passado acusado de tentar obstruir a Justiça em uma investigação sobre desvios de fundos públicos. 
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas