Geninho admite má atuação do Vitória: 'Muito erro de passe'

e.c. vitória
28.02.2020, 10:24:00
Atualizado: 28.02.2020, 14:38:28
Júnior Viçosa teve chance de deixar o dele, mas não conseguiu (Pietro Carpi/ECV)

Geninho admite má atuação do Vitória: 'Muito erro de passe'

Treinador valorizou triunfo por 2x1 contra o CRB e subida na tabela da Copa do Nordeste

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Vitória não encantou na noite de quinta-feira (27), quando recebeu o CRB no Barradão, pela 5ª rodada da Copa do Nordeste. Mesmo assim, o Leão foi eficiente o suficiente para derrotar o rival por 2x1 e subir na tabela de classificação da competição regional. O rubro-negro somou nove pontos e passou de 4º para 2º colocado do Grupo B. O Confiança, dono de 13 pontos, é o líder. 

Os gols marcados contra a equipe alagoana foram assinado por Léo Ceará e Alisson Farias, atacantes que defenderam o CRB na temporada passada. Xandão descontou. Apesar de não ter ficado satisfeito com a atuação do time, o técnico Geninho valorizou o resultado conquistado em casa. 

"O principal foi atingido, que era a vitória, para que subisse na classificação e continuasse com chances reais de classificação entre os quatro. Jogo difícil, adversário complicado, experiente, que também precisava do resultado", disse o treinador rubro-negro.

Geninho pontuou os erros cometidos nas quatro linhas. "Jogo truncado, de muita falta, muito erro de passe, nervoso, de muita correria. Pode ver que sempre se faz uma análise de posse de bola. Nenhum dos dois times tiveram posse de bola. Dividiram uma posse de bola baixa. Um jogo de muito chutão, muita bola disputada no alto, muito choque. Não teve uma qualidade técnica muito grande. Nós já tivemos jogos aqui, o próprio Vitória já fez alguns jogos em que demonstrou mais qualidade, futebol melhor, saída de bola mais arrumada". 

O técnico rubro-negro sinalizou também os pontos positivos que encontrou no jogo: "Gostei de alguma coisa. O time, em alguns momentos, conseguiu velocidade na transição, que não vínhamos fazendo muito. Criamos outras chances e cedemos algumas possibilidades para o adversário, que não é muito normal, porque o Vitória vinha tendo, do meio para trás, seu melhor setor".

O Vitória volta a campo pela Copa do Nordeste somente no dia 8 de março, às 18h, contra o ABC, no Frasqueirão, em Natal. Antes, o time principal do Leão joga pela segunda fase da Copa do Nordeste, na quinta-feira (5), às 19h15, contra o Lagarto, no Barradão.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas