Geninho avalia recursos de Jordy Caicedo: 'Um jogador forte'

e.c. vitória
09.10.2019, 12:37:00
Jordy Caicedo marcou dois gols no triunfo por 3x1 contra o Oeste (Mauro Akin Nassor/ CORREIO)

Geninho avalia recursos de Jordy Caicedo: 'Um jogador forte'

Autor de dois gols, o centroavante garantiu o triunfo por 3x1 contra o Oeste

Jordy Caicedo estava há dois meses sem balançar a rede. O centroavante equatoriano havia marcado em sua primeira partida como titular pelo Vitória, no dia 10 de agosto, no triunfo por 2x0 contra o Paraná, e não tinha reencontrado o caminho do gol até a noite de terça-feira (8), quando garantiu o triunfo por 3x1 contra o Oeste, no Barradão. 

O atacante anotou duas vezes contra a equipe paulista e festejou diante da torcida rubro-negra. Antes, Felipe Garcia havia aberto o placar. Reserva no empate em 2x2 com o Sport, na quinta-feira (3) passada, na Fonte Nova, Jordy Caicedo assumiu a titularidade para substituir o suspenso Anselmo Ramon. Com a ausência do companheiro de posição, o equatoriano atuou como prefere, centralizado. 

Após a partida, Geninho elogiou a produtividade de Jordy Caicedo diante do Oeste, mas pontuou que quando o atacante joga pela faixa central do campo acaba perdendo velocidade, e essa, na opinião do treinador, é a maior qualidade do equatoriano. 

"Eu estava conversando com ele (Jordy) e ele disse que jogou por dentro muito tempo no Equador. Claro que jogando por dentro, perde aquilo que tem como sua maior qualidade, que é a velocidade. Por dentro, ele não tem velocidade. Tem velocidade quando é atacado. Isso que eu estou tentando colocar na cabeça dele. Não precisa driblar o zagueiro. Na hora em que pegar a bola e sair para o giro, se ele der um tapa e sair correndo atrás, o zagueiro não pega mais. Ele ainda está meio reticente em relação a isso, vamos ver se a gente acopla isso a ele. Mas é bom saber que pode jogar por ali", afirmou Geninho.

Na opinião do técnico rubro-negro, o atacante de 21 anos ainda precisa aprimorar fundamentos para executar melhor a função de pivô. "Ele teve presença grande de área, demonstrou que pode jogar por ali. Não é aquele jogador técnico, que prende, faz parede, ele tem dificuldade nisso. É um jogador forte, que incomoda, está presente ali dentro, isso perturba a zaga. Ele perde a velocidade. Vamos ver, tentar utilizar. De repente, joga por dentro, por fora. Se estiver ajudando e fazendo gol, a gente arruma um lugar para ele", avisou Geninho.

O Vitória volta a campo na sexta-feira (11), às 21h30, contra o Cuiabá, na Arena Pantanal. Dois jogadores desfalcarão o rubro-negro no jogo fora de casa. Os atacantes Wesley e Felipe Garcia levaram o terceiro cartão amarelo e estão suspensos.

Em compensação, o centroavante Anselmo Ramon e o lateral esquerdo Capa, suspensos na rodada passada, estão novamente à disposição. Quem também deve virar opção é o volante Baraka, que está em fase final de transição após se recuperar de lesão. O elenco se reapresenta na Toca do Leão na tarde desta quarta-feira (9).

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas