Gentili diz que Melhem quer silenciá-lo, assim como testemunhas e vítimas

em alta
25.02.2021, 13:34:20
(Divulgação/Rede Globo/SBT)

Gentili diz que Melhem quer silenciá-lo, assim como testemunhas e vítimas

Posicionamento do apresentador foi feito na Justiça, após ser processado pelo ex-diretor da Globo, que é acusado de assédio sexual

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O humorista Danilo Gentili, apresentador do programa 'The Noite', do SBT, apresentou sua defesa à Justiça após ser processado pelo também humorista e ex-diretor da TV Globo, Marcius Melhem, que solicita indenização no valor de R$ 50 mil em razão de críticas e ironias feitas por Danilo nas redes sociais acerca do caso de assédio sexual em que Melhem é tido como autor do crime.

Segundo Gentili, o processo movido pelo ex-diretor tem como objetivo silenciá-lo, inibir indiretamente testemunhas e eventuais vítimas de assédio sexual. Isso aconteceria independentemente do resultado do processo, já que o próprio processo é custoso, afinal há pagamentos de custas judiciais e honorários.

"Trata-se de inquestionável exercício da liberdade de expressão", diz a defesa de Gentili.

O apresentador do SBT afirma que em nenhum momento acusou Melhem de ter cometido algum crime, e que apenas fez piadas a partir de notícias e fatos de conhecimento público. Para reforçar isso, Gentili cita uma fala do próprio Marcius Melhem quando foi ao Supremo Tribunal Federal (STF) em 2018, para defender que humoristas pudessem ridicularizar candidatos no período de eleições.

A defesa de Melhem novamente negou os crimes, e afirma estar sofrendo linchamento público, com Gentili sendo uma dessas pessoas que estão lhe ofendendo com intuito de prejudicar sua imagem e honra.

"Mediante a simples leitura das publicações em suas redes sociais, todas feitas para milhões de seguidores, percebe-se que Gentili abusou, e muito, do seu direito à liberdade de expressão e informação", dizem os advogados do ex-diretor.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas