Gigantes mundiais vão disputar concessão da Fiol

donaldson gomes
07.02.2020, 05:35:00

Gigantes mundiais vão disputar concessão da Fiol


Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Disputa pela Fiol
A disputa pela concessão da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) deverá ser bastante intensa. Conversas de bastidores dão conta de que a licitação para a conclusão e a operação dos pouco mais de 1,5 mil quilômetros da obra que vai ligar o Tocantins ao Oceano Atlântico, passando pela Bahia, despertou o interesse de grandes players globais nas áreas de mineração e siderurgia. O trecho da FIOL entre Ilhéus e Caetité, primeiro a ser licitado, tem 537,2 km de extensão, com um investimento previsto de R$ 3,4 bilhões, segundo dados da Valec. Quase 80% da obra já foi finalizada. Antes de ser adiada para março, a licitação da obra estava prevista para acontecer em setembro do ano passado. Tem muita gente torcendo para a data se confirmar. 

Road show
De está de olho no andamento da Fiol é o geólogo baiano João Carlos Cavalcanti. Presidente da Companhia Vale do Paramirim (CVP), ele está preparando uma road show para oferecer ao mercado cinco blocos para a exploração de minérios como ferro, cobre, zinco, fosfato e alumínio (este último, na Costa do Dendê). Ainda no primeiro semestre deste ano, ele espera receber aqui na Bahia 70 dos maiores investidores em mineração do planeta para um leilão privado, nos moldes das ofertas que são feitas para a exploração de petróleo. Segundo ele, o avanço da ferrovia será muito importante para ele, mas as negociações podem acontecer mesmo sem ela. "Estamos confortáveis, porque temos o ferro que precisa da ferrovia, mas temos os outros produtos, que atendem o mercado interno", diz. Neste caso, a produção seria movimentada pela linha férrea já existente da FCA, ou mesmo por rodovias, explica. Na próxima semana, ele conversa com um possível investidor, mas diz que a preferência dele e do banco de investimentos que está com ele no negócio é pelo road show mesmo.  

Shopping e kartódromo na Arena
A Arena Fonte Nova chamou mesmo a atenção do grupo de empresários que organizam a conhecida Flórida Cup. Fontes confiáveis indicam que as primeiras conversas, durante a visita do piloto Rubinho Barrichello à arena no ano passado, evoluíram e a turma retorna na próxima semana. Na pauta das conversas estão a construção de um shopping center e de um kartódromo ao lado da arena multiuso. Além disso, os empresários avaliam trazer para Salvador no verão de 2021 o disputado torneio de pré-temporada, que conta com a presença de alguns dos gigantes do futebol mundial. No verão deste ano, a Arena Fonte Nova já recebeu mais de 110 mil pessoas, em eventos como os ensaios do Parangolé, Pranchão Saulo e Durval, Festival de Verão e Carnavalito. E ainda há muito mais por vir...

Carnaval de rua
As lojas Assaí Atacadista reforçaram os estoques e ampliaram a oferta de bebidas nas gôndolas. O foco é atender os mais de 10 mil ambulantes que devem trabalhar no período. Cervejas e refrigerantes em lata, assim como as garrafas de água, são os itens mais buscados. Este ano, a rede comprou 15% a mais em volume de bebidas, na comparação com o mesmo período do ano passado. A expectativa é é elevar as vendas em 12%.

Café da Chapada
Campeão de três dos últimos cinco Concursos Nacionais da ABIC, Piatã, na Chapada Diamantina, conquistou novamente a maior nota do certame. O produtor Antônio Rigno de Oliveira, vencedor também do 11º concurso, teve o café com a maior nota da categoria arábica, 8,92.  Com um novo modelo, mais amplo, permitindo a participação de produtores de diversas localidades do Brasil, o 16º Concurso Nacional ABIC de Qualidade do Café – Origens do Brasil – safra 2019 teve um número recorde de participantes com 15 regiões produtoras brasileiras, totalizando 44 amostras. 

Prêmio
A estudante Nathália Diniz, da Universidade Federal da Bahia (UFBA), foi a vencedora do Prêmio Bicho do Mato 2019, oferecido anualmente a alunos que se destacam em trabalhos de campo na Reserva Ecológica Michelin, nos municípios de Igrapiúna e Ituberá, a 140 quilômetros de Salvador. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas