Globo manda Bonner e Renata trabalharem aos sábados no JN

em alta
01.04.2020, 14:06:00
Atualizado: 01.04.2020, 14:27:53
(Foto: Reprodução / TV Globo)

Globo manda Bonner e Renata trabalharem aos sábados no JN

Medida acontece por conta da crise do coronavírus; dois novos âncoras também irão estrear

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A crise do coronavírus está obrigando a TV Globo a realizar alterações em sua escala de sábados no Jornal Nacional. Segundo o site Notícias da TV, uma da novidades foi a inclusão de William Bonner e Renata Vasconcellos na escala de plantonistas, algo raro. Ou seja, até que a pandemia passe, os titulares terão de trabalhar em alguns fins de semana.

Outra novidade será a estreia de dois novos apresentadores já no próximo sábado (4): André Trigueiro, da GloboNews, e Mônica Teixeira, do RJTV. 

Desacostumados com o sábado, Bonner e Renata só dão expediente nesse dia da semana em poucas ocasiões, como nos plantões de Natal e Ano-Novo e nas vésperas de eleições.

Eles apresentaram o JN em 6 e 27 de outubro de 2018, sábados que antecederam as votações que elegeram Jair Bolsonaro, e em 16 de abril de 2016, um dia antes de a Câmara dos Deputados votar o impeachment de Dilma Rousseff (PT).

A Globo teve de cassar um dia de descanso dos âncoras de seu principal telejornal porque está desfalcada. Quando o jornalista Marcelo Magno, do Piauí, testou positivo para o coronavírus após trabalhar no JN, a emissora cancelou o rodízio de apresentadores de todas as afiliadas do país (incluindo Jéssica Senra, da TV Bahia), iniciado em setembro. 

Em seguida, também para evitar a exposição de seus profissionais em aviões e aeroportos, suspendeu os plantões dos jornalistas de São Paulo (Maria Júlia Coutinho, César Tralli, Rodrigo Bocardi e Roberto Kovalick) e de Brasília (Giuliana Morrone).

Por último, em 21 de março, tornou obrigatório o trabalho em home office de todos com mais de 60 anos. Assim, tirou da escala do Jornal Nacional o veterano Chico Pinheiro (que voltaria após mais de um ano afastado). Ana Luiza Guimarães, embora tenha menos de 60, se afastou do trabalho presencial (e da bancada do JN) por ter feito tratamento contra câncer. 

Desta forma, ainda segundo o Notícias da TV, o Jornal Nacional ficou apenas com Ana Paula Araújo, Flávio Fachel, Mariana Gross e Helter Duarte (recém-promovido a plantonista). A solução para não sobrecarregá-los foi escalar William Bonner e Renata Vasconcellos e convocar Monica Teixeira e André Trigueiro. 

Ressalte-se que tanto Bonner quanto Renata, como editores, participaram da decisão de trabalhar aos sábados. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas