Google lança aplicativo de caronas pelo Waze no Brasil

tecnologia
23.03.2017, 06:20:00

Google lança aplicativo de caronas pelo Waze no Brasil

Waze Carpool conecta usuários com rotas parecidas e busca melhorar a mobilidade urbana; motoristas recebem ajuda de custo dos passageiros

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

(Foto: Reprodução)

O aplicativo (app) de caronas do Google, o Waze Carpool, deve chegar ao Brasil ainda neste ano. O anúncio foi feito pela executiva Di-Ann Eisnor, diretora global do Waze (ferramenta de navegação de trânsito gratuita e em tempo real), nesta quarta-feira (22), no Google for Brasil - evento realizado pela empresa em São Paulo para falar sobre o mercado brasileiro e compartilhar novidades.

O novo app é um produto do Waze e conecta usuários com rotas similares, analisando os seus endereços cadastrados como casa e trabalho no aplicativo. Utilizando os recursos de mapeamento do Waze, ele combina parceiros de carona de uma mesma rede local de usuários, facilitando viagens. "Ao invés de usarmos o Waze sozinhos - como acontece em São Paulo e na maior parte das cidades - vamos usá-lo juntos", afirmou Di-Ann, que revelou ainda que São Paulo é a cidade com o maior número de usuários ativos mensais no Waze, enquanto o Brasil é o segundo país, depois dos EUA. No aplicativo de caronas, o motorista vai receber uma contribuição do passageiro que pegar a carona para ajudar nos custos da gasolina. Confira vídeo de apresentação do produto.

Ela ressaltou que o Waze Carpool tem uma função socioambiental: minimizar a pegada de carbono, e apoiar um futuro mais ecologicamente correto e com menos carros nas ruas. “Não é um Uber, nem serviço de táxi. O motorista não vai mudar sua rota, mas dar uma carona”, explicou. A empresa ainda não decidiu qual será a primeira cidade a receber a iniciativa. Mundialmente, o Waze Carpool só está disponível em Israel e em algumas áreas de São Francisco. O método de pagamento do serviço no Brasil também está sendo estudado, mas, segundo a executiva, a probabilidade é que esse não seja feito em espécie por questões de segurança. 

A segurança dos usuários, inclusive, é um dos principais focos do Google antes de lançar o app. De acordo com Di-Ann, além de pedir uma série de informações para o motorista, o aplicativo permitirá que motoristas e passageiros escolham pessoas do mesmo gênero para fazer o trajeto. "Mulheres podem pedir para pegar carona só com mulheres, por exemplo", explicou a diretora. "Apesar dos benefícios para o meio ambiente e de ser um passo decisivo na revolução do transporte, o serviço tem uma outra grande vantagem para os usuários: o aspecto social. Perguntamos às pessoas o porquê elas gostam do aplicativo e a maioria disse que é porque não dirigem sozinhas e estão sempre acompanhadas", disse. 

Di-Ann disse que o novo app é contribui para a melhoria de trânsito nas cidades, além de conectar pessoas
(Foto: Divulgação)

*A jornalista viajou a convite do Google


 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas