Gosto Se Discute aborda a necessidade de romper com preconceitos

sua diversão
09.11.2017, 06:10:00
Atualizado: 09.11.2017, 07:14:54
As mensagens da trama reúnem desde a importância das pausas para ter um trabalho mais bem feito até o machismo no mercado de trabalho (Foto: Divulgação)

Gosto Se Discute aborda a necessidade de romper com preconceitos

Novo filme de Kéfera utiliza gastronomia como metáfora para críticas; confira vídeo exclusivo com a youtuber

Em época de programas culinários de sucesso, como é o caso do popular MasterChef, chega aos cinemas, nesta quinta-feira (9), o novo filme brasileiro Gosto Se Discute, que reúne no elenco protagonista os atores Cássio Gabus Mendes e Kéfera Buchmann. A youtuber, que lança seu terceiro longa, interpreta a rigorosa Cristina, que é enviada por um banco para a tentativa de salvação do restaurante de Augusto (Cássio), que perdeu a clientela para um food truck instalado bem na frente do seu estabelecimento. A trama, que abandona o estilo de comédia escrachado de Kéfera, apresenta tons dramáticos em sua maior parte e ainda brinca com a gastronomia como forma de metáfora. Confira trailer:



O longa apresenta o trabalho gastronômico como representação das tantas profissões que estão passando por mudanças drásticas no século, seja pela relação com concorrências que buscam firmar mais praticidades ou pelas novas ondas alargadas em redes sociais, como é o caso do seguimento fitness. O filme, no entanto, vai ainda além, e traz a noção de que o velho e o novo não precisam necessariamente de uma visão dicotômica para manter raízes nas misturas entre si. A obra critica a forma do público de lidar com o que está na moda, com abordagem para a falta de valorização para o que já esteve em alta no mercado.

As reflexões da trama, porém, apontam para a necessidade e os ganhos da inovação. Assim, mais uma vez, a gastronomia do filme é colocada como metáfora para discussão e quebra de tantos dos padrões sociais. O título não fica de fora das ponderações encaixadas no filme, já que lembra que nada vai agradar a todos e que a novidade e o tradicional tem, ambos, seus pontos a serem aproveitados e sempre unidos. Afinal, gosto deve ser discutido, para quem realmente não quer parar no tempo e nem se vender para o que hoje vende. Confira a nossa entrevista com a Kéfera (clique na ferramenta do vídeo para escolher a melhor qualidade de imagem):



As mensagens ainda reúnem desde a importância das pausas e do lazer para ter um trabalho mais bem feito (o que está conectado com a perda do paladar do personagem de Cássio) até o machismo no mercado de trabalho brasileiro, que é enfrentado pela personagem Cristina. “Ela é vítima do machismo e é uma mulher empoderada, não por chorar pelos cantos pelas injustiças, mas por agir e conquistar o seu lugar com atitudes que não quebram os princípios que carrega”, afirma Kéfera, dona do maior canal de YouTube feminino do Brasil, com mais de dez milhões de seguidores. 

As mensagens da trama reúnem desde a importância das pausas e do lazer para ter um trabalho mais bem feito até o machismo no mercado de trabalho brasileiro
(Foto: Divulgação)

Para o CORREIO, Kéfera ainda falou sobre a cena de conotação sexual na qual atuou. “Foi a primeira cena assim que eu fiz para as telas. Fiquei nervosa, foi como perder um tipo de virgindade. É o tipo de cena mais exaustiva de ser feita, porque é como um jogo de futebol, o diretor está lá gritando ‘agora beija o pescoço!’, enquanto você está tentando passar sensualidade no momento. É uma coreografia”, conta, ainda alertando sobre o fato do momento não ser gratuito para o filme. “É uma cena que vem para mostrar que todas as mulheres são várias em uma só, assim como todas as pessoas. Uma mulher focada no trabalho e aparentemente séria, pode também ser sexy e louca na cama, assim como entregue no amor. Ninguém merece ser taxado como apenas uma coisa só, e é isso o que desejo que entendam na minha carreira. Quero ainda fazer dramas pesados, como já fiz no teatro. Não estou aqui só para comédia, apesar de também adorar”, pondera.

André Pellenz, diretor da trama, diz que as misturas de comédia e drama e da experiência de Cássio Gabus Mendes com a novidade de Kéfera fazem parte do que ele procurava. "A própria coisa de ter uma atriz de origem não tradicional com um ator mais tradicional é um choque, para dizer: vamos abrir a cabeça. É um filme para abrirmos a mente para essas misturas", conclui o diretor.

Falando na gastronomia do filme, Kéfera contou que ficava com água na boca nas gravações, mas que o elenco não provou nenhum dos pratos. “As cenas ainda me deixam com aquela vontade de provar cada um. Ninguém ali cozinhou de verdade não, gente”, disse, antes de contar que ainda está se acostumando a trabalhar em grandes produções. “Ainda chego lá querendo arrumar o que dá errado, o que caiu, a roupa amassada. No YouTube faço tudo: luz, câmera e ação. É meio louco ter uma equipe assim”, exclama aos risos e entre os tons mais ponderados.  “O Cássio é uma escola e me ajudou muito”, agradece a youtuber. Mas ela não perde a oportunidade de mostrar o bom humor, que faz parte das mil mulheres dentro da única que é. “Paguei muito pra conseguir esse papel, tive que voltar pro YouTube por isso”, brincou, antes de contar que foi convidada para o trabalho, diferente de em É Fada, primeiro filme que protagonizou para os cinemas, para o qual fez teste.

Com o mote da fome por inovação, apesar das falhas nos respiros cômicos e de um final que talvez dê uma sensação de declínio e clichê, o filme pode ser um bom início de debates para diferentes temas e paladares, afinal, gosto se discute.

Confira outras declarações e saiba mais sobre a nova fase - e o outro filme - de Kéfera Buchmann clicando aqui.


Cotação: REGULAR

Horários de exibição:
UCI Orient Shopping da Bahia 9 
11h (M) | 13h | 15h | 17h | 19h | 21h | 23h (S)  UCI Orient Shopping Barra 2  13h10 | 15h10 | 17h10 | 19h10 (exceto sexta, sábado, domingo e quarta) | 21h10  UCI Orient Shopping Paralela 5  11h10 (M) | 13h10 | 15h10 | 17h10 | 19h10 (exceto sexta, sábado, domingo e quarta) | 21h20 | 23h20 (S)  Cinépolis Bela Vista 3  14h30 | 16h40 | 18h40 | 20h40  Cinépolis Salvador Norte 2  14h40 | 17h | 19h35 | 21h55


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/contra-as-musicas-com-baixaria-pede-rei-momo-do-carnaval-2019/
Renildo também fez alertas contra o trabalho infantil
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/persistencia-apos-oito-derrotas-secretaria-executiva-vira-deusa-do-ile-aiye/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/gaab-filho-de-rodriguinho-grava-dvd-na-praca-da-cruz-caida/
Com entrada gratuita, o evento contará com MC Livinho, Igor Kannário e mais
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/corretor-de-imoveis-mata-taxista-com-tres-tiros-em-briga-de-transito-video/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/ladroes-invadem-grafica-e-amarram-funcionarios-no-horto-florestal-video/
Segundo informações da polícia, 10 funcionários estavam no estabelecimento durante a ação; assista o vídeo
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/correio-vai-transmitir-vitoria-x-ceara-neste-sabado-16/
Jogo começa às 16h, no Barradão, e o Leão tenta o primeiro triunfo no campeonato
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/adriana-calcanhotto-volta-ao-tca-com-a-mulher-do-pau-brasil/
Cantora faz apresentação única nesta sexta-feira (15), às 21h
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/deus-me-livre-mas-quem-me-dera-jerry-smith-vai-tocar-com-parangole-na-quinta-feira-de-carnaval/
Funkeiro é dono de hits como Bumbum Granada, Nossa Que Absurdo e Quem Me Dera
Ler Mais