Governo começa a pagar 82 mil pedidos de seguro-desemprego

brasil
28.01.2020, 06:20:00
(Agência Brasil)

Governo começa a pagar 82 mil pedidos de seguro-desemprego

Problema com saque imediato do FGTS inviabilizou liberação do benefício

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A tecnologia e o poder público parecem ainda não se entenderem muito bem. E a fatura da conta tem atingido diretamente o contribuinte. Nesta terça-feira (28), o governo federal começa a pagar 82.116 mil pedidos de seguro-desemprego que haviam sido negados por conta de uma incompatibilidade no sistema após o saque imediato do FGTS.  

O problema se dava porque toda movimentação que ocorre no FGTS interfere no recebimento do seguro-desemprego. E, se o trabalhador retirar o FGTS por outro motivo além da rescisão do contrato de trabalho, o seguro-desemprego é notificado e o beneficiário tem de entrar com um recurso administrativo  para ter o benefício liberado.

De acordo com o Ministério da Economia, identificado o problema, todos os 82 mil pedidos foram liberados na semana passada, para começarem a ser pagos a partir desta terça-feira (28). Embora os pagamentos comecem hoje, o ministério ressalta que, seguindo os procedimentos normais, os valores começam a serem pagos seguindo o prazo de 30 dias após o requerimento do pedido. 

Novos pedidos de seguro-desemprego

Quanto aos novos pedidos, esses devem ser feitos normalmente pelos canais de atendimento da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia. Pelo portal gov.br/trabalho e pelo aplicativo da Carteira de Trabalho Digital, disponível gratuitamente para smartphones, é possível acompanhar a situação do requerimento.

*Matéria originalmente publicada no Jornal do Commércio, da Rede Nordeste

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas