Gravação de canção de Gilberto Gil feita por Elza Soares nos anos 1990 vai a leilão

ronaldo jacobina
20.07.2021, 05:00:00

Gravação de canção de Gilberto Gil feita por Elza Soares nos anos 1990 vai a leilão


Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

(Divulgação)
Gravação de Elza Soares estava perdida e foi remasterizada

Um gravação inédita da canção Drão, de autoria de Gilberto Gil, feita nos anos 1990 por Elza Soares, será leiloada no próximo dia 22. O leilão do fonograma – numa versão digitalizada e remasterizada – acontece no marketplace do Phonogram.me um mês antes do lançamento público do single, garantindo ao comprador acesso à música com exclusividade. O proprietário deste NFT 9 (registro de uma obra digital, semelhante a um contrato feito na vida real, só que em formato digital e impossível de ser apagado) passa a ser parceiro comercial da cantora Elza Soares, recebendo 10% dos royalties conexos de intérprete sobre a gravação da música a cada execução pública. Além de Elza, Hermeto Pascoal , Renato Russo, e o grupo BaianaSystem  integram a agenda de leilões da plataforma https://phonogram.me .

(Divulgação)
Kiko Kislansky vai palestrar ao lado de Leandro Karnal 

Painel
O baiano Kiko Kislansky é um dos palestrantes do XXI Congresso Farmacêutico de São Paulo. O educador participa, ao lado dos professores Augusto Cury e Leandro Karnal do painel Relacionamento com a Sociedade e tratam de temas relacionados à ética e autoconhecimento. O evento acontece de 10 a 13 de novembro e será totalmente on-line.

Selo baiano
O curta-metragem amazonense O Barco e o Rio, do diretor Bernardo Ale Abinader, vai se transformar em um longa-metragem, através da produtora baiana Têm Dendê Produções. A versão curta coleciona prêmios importantes como dois Kikitos no Festival de Gramado e a menção especial no Festival Internacional de Huesca, na Espanha.

Resgate da tradição
Ex-integrante do staff do Copacabana Palace, no Rio, Eduarda Ketzer assume a Gerência de Alimentos e Bebidas do Wish Hotel da Bahia, no Campo Grande, a convite do espanhol Alejandro Geis que desde fevereiro passado comanda o hotel da rede GJP Hotels & Resorts. Eduarda, que tem experiência em empreendimentos considerados patrimônios culturais, quer aproximar o público local e reinserir o hotel no roteiro gastronômico e social da cidade. Bom lembrar que o Hotel da Bahia já foi o centro da efervescência cultural, artística e social da capital baiana. 

(Divulgação)
Rosa Passos ganha homenagem 

Latinidades
A cantora baiana Rosa Passos é a principal homenageada da 14ª edição do Festival Latinidades, maior festival de mulheres negras da América Latina, que acontece entre os dias 22 e 25 de julho, no canal Afrolatinas, no Youtube. Tendo como tema A Ascensão Negra, o projeto, que parte do lugar das artes e da cultura para dialogar e fortalecer diferentes saberes de mulheres negras, contará com as participações do cantor e compositor baiano Mateus Aleluia e da cantora Zezé Mota.

(Divulgação)
Fabrício Lemos entra pro time dos tops

Ação global
O restaurante Origem, do chef Fabrício Lemos, é um dos integrantes da ação global #SupportRestaurant promovida pela marca italiana de águas San Pellegrino, que acontece no Brasil com a participação de 10 restaurantes que integram a lista dos Latin America’s 50 Best Restaurants e do El Espíritu de América Latina. A ação busca reconhecer os talentos que trabalham no setor de restaurantes, e convidar os consumidores a apoiá-los ativamente. Durante o período da ação, os clientes também terão uma cortesia de S.Pellegrino nos restaurantes participantes como forma de agradecimento e incentivo a presença do consumidor. No Brasil, a ação tem início dia 25 de julho, com duração de um mês e com a participação de 10 restaurantes de cinco capitais diferentes. Além do Origem estarão no time casas estreladas como o Lasai, do chef Rafael Costa e Sikva; A Casa do Porco, dos chefs Jefferson e Janaína Rueda; e o Maní, de Helena Rizzo. 

(Foto:Rita Tavares/Divulgação)
Artur Soares abre galeria na Chapada

Arte na Chapada
A arte da gravura terá um espaço de referência, em Lençóis, na Chapada Diamantina, a partir do dia 24 julho. A Galeria Soar, idealizada pelo artista plástico, Artur Soares, mostrará obras em gravura, técnica tradicional na qual o artista vem se especializando desde que se formou na Escola de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia, em 2017. A inauguração será transmitida nas mídias sociais, a partir das 20h. Ganhador do Prêmio Ibema de Gravura em 2017, e do Concurso de Artes Gráficas do Goethe Instituto de Porto Alegre, Artur elegeu a Chapada para morar e trabalhar.
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas