Grávida é transferida de helicóptero em cidade onde barragem rompeu na BA; vídeo

bahia
13.07.2019, 15:47:00
Atualizado: 13.07.2019, 15:53:47
(Foto: Evandro Veiga/CORREIO)

Grávida é transferida de helicóptero em cidade onde barragem rompeu na BA; vídeo

Mulher de 35 anos estava na zona rural de Coronel João Sá

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Uma mulher de 35 anos, grávida de nove meses,  começou a entrar em trabalho de parto na manhã deste sábado (13)  na cidade de  Coronel João Sá, na Bahia, que está sofrendo com alagamentos por conta do rompimento de barragens essa semana. A mulher foi resgatada por um helicóptero do Grupamento Aéreo (Graer) da Polícia Militar. 

Moradora da comunidade conhecida como Rompe Gibão, próxima a um assentamento sem terra, Ramona ficou isolada no local, prestes a dar à luz o terceiro filho.

(Foto: Evandro Veiga/CORREIO)
(Foto: Evandro Veiga/CORREIO)
(Foto: Evandro Veiga/CORREIO)
(Foto: Evandro Veiga/CORREIO)
(Foto: Evandro Veiga/CORREIO)
(Foto: Evandro Veiga/CORREIO)

"Ela está próximo de dar à luz e poderia entrar em trabalho de parto se viesse pela estrada ou ter alguma complicação, então ela foi trazida para fazer uma consulta com o médico", disse o coronel Telles, comandante-geral de operações do Corpo de Bombeiros, que acompanhou o resgate.

O helicóptero Guardião 5 foi direcionado até o assentamento Rompe Gibão após solicitação da Secretaria de Saúde de Coronel João Sá. Ramona Santos Barbosa foi retirada da zona rural e levada até área urbana da cidade. No local do pouso equipes do Corpo de Bombeiros auxiliaram os militares do Graer.

Veja vídeo:

Ramona foi resgatada de casa de helicóptero, por uma equipe do Graer, que foi informada da situação por telefone. Depois de pousar, ela levada para o Hospital Municipal de Coronel João Sá em uma ambulância da prefeitura.  Segundo informações das unidade de saúde locais, a gestante foi direcionada para o Hospital Municipal na cidade de Antas.

"Preservamos as vidas da mãe e do bebê e esperamos que tudo ocorra bem daqui pra frente", disse o comandante do Graer, coronel Renato Lima, acrescentando que as aeronaves continuarão na região por tempo indeterminado.

*A repórter e o fótografo Evandro Veiga estão em Coronel João Sá.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas