Grávida passa mal após incêndio em prédio de Brotas; veja vídeo

salvador
20.09.2019, 16:32:00
Atualizado: 20.09.2019, 16:59:15

Grávida passa mal após incêndio em prédio de Brotas; veja vídeo

Mulher foi atendida pelo Samu; causa do incêndio é desconhecida

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Uma gestante, que não teve o nome divulgado, passou mal depois que um apartamento pegou fogo em um prédio do bairro de Brotas, em Salvador, na manhã desta sexta-feira (20).

De acordo com o Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBMBA), o fogo, que atingiu o 4º andar do efidício, na região de Luiz Anselmo, foi controlado já no início da tarde. 

Por meio de nota, a corporação afirmou que a mulher foi atendida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e que não há informações sobre o estado de saúde da vítima.

"Os militares já realizaram a varredura em todos os andares e o rescaldo [fogo e/ou presença de brasa] no local. As causas do incêndio são desconhecidas", concluiu o CBMB.

Ar-condicionado
Moradora do 5º andar, a biomédica Lisana Nunes, 27 anos, não estava em casa no momento do incêndio. Ao chegar, no entanto, encontrou duas ambulâncias e agentes da Defesa Civil de Salvador (Codesal), que haviam acabado de liberar o retorno dos moradores aos apartamentos.

"O que ouvimos falar é que o fogo pode ter iniciado pelo ar-condicionado, mas não podemos afirmar, aí só a perícia", disse ela à reportagem, ao comentar que não sentiu cheiro de fumaça no apartamento. "Acredito que eles [bombeiros] fizeram um trabalho bem feito, porque me surpreendi, não senti nem cheiro de fumaça mais", falou Lisana.

Por meio da assessoria, o Samu informou que foi acionado pelo Corpo de Bombeiros mas, ao chegar no local, "as vítimas já haviam sido socorridas por meios próprios". O CORREIO procurou a Codesal, mas ainda não obteve retorno.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas