Grupo é interceptado na madrugada ao tentar furtar lojas no Centro

salvador
30.03.2020, 09:14:21
Atualizado: 30.03.2020, 09:35:53
(Foto: Divulgação/SSP-BA)

Grupo é interceptado na madrugada ao tentar furtar lojas no Centro

Sete pessoas estavam em um Agile que circulava pela Avenida Sete, Carlos Gomes e Baixa dos Sapateiros

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Em plena quarentena, um grupo de sete pessoas - seis adultos e um adolescente - foi interceptado na madrugada desta segunda-feira (30) quando se preparava para furtar lojas no Centro de Salvador. Segundo informações da Secretaria de Segruança Pública da Bahia (SSP), as seis pessoas estavam em um veículo Agile, circulando pela Avenida Sete de Setembro, Carlos Gomes e Baixa dos Sapateiros. Eles confessaram que pretediam furtar lojas na região.

O veículo chamou a atenção dos policiais que acompanhavam a movimentação por câmeras de segurança. Policiais do 18° Batalhão da Polícia Militar (BPM/Centro Histórico) e da 2ª Companhia Independente da Polícia Miliar (CIPM /Barbalho) foram ao local e conseguiram parar o carro já próximo à Estação da Lapa.

Dentro dele estavam seis adultos e um adolescente que confessaram a intenção de furtar lojas. Com a quadrilha foram apreendidos duas pistolas, um revólver, carregadores, munições, R$ 1,1 mil em espécie, o automóvel utilizado e seis celulares.

"Estamos com atenção redobrada. A polícia baiana não parou e seguirá combatendo crimes nesse momento de quarentena", disse o comandante do Policiamento na Região Integrada de Segurança Pública (Risp) Baía de Todos os Santos (BTS), coronel Nílton Machado.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas