Guto justifica time reserva na Sul-Americana: 'Ninguém é máquina'

e.c. bahia
12.04.2018, 08:20:00
Atualizado: 12.04.2018, 10:00:44
Guto Ferreira explica o que o levou a escalar um time reserva na Bolívia (Foto: Felipe Oliveira/ Divulgação EC Bahia)

Guto justifica time reserva na Sul-Americana: 'Ninguém é máquina'

Bahia é derrotado por 1x0 pelo Blooming, em Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia

O Bahia mandou a campo um time reserva na estreia da Copa Sul-Americana e amargou a derrota por 1x0 para o Blooming, na noite de quarta-feira (11), em Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia. Dos titulares que ergueram a taça do Campeonato Baiano no domingo (8), o goleiro Douglas foi o único escalado no jogo internacional. Após a partida, o técnico Guto Ferreira justificou a decisão.

"Vamos jogar quarta, domingo, quarta, domingo, 16 vezes seguidas. Se eu não parar, não achar um momento de preparação... É humanamente impossível colocar todo mundo. Eu quero ganhar tudo, mas você tem que usar a cabeça porque ninguém é máquina. Até a máquina, se passar do ponto, ela quebra. Se eu coloco aqui, corria o risco de ter problemas ou aqui ou no domingo, na estreia do Brasileiro", afirmou o treinador tricolor. 

O Bahia estreia no Campeonato Brasileiro contra o Internacional, no domingo (15), às 16h, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre. A partida de volta contra o Blooming pela Copa Sul-Americana será no dia 8 de maio, na Fonte Nova.

"Analisando o adversário, a gente sabia o risco que corria aqui. Uma equipe que vem jogar fora de casa, uma partida internacional e cria pelo menos cinco chances, era para a gente ter vencido ou, no mínimo, empatado, mas não aconteceu. Paciência. Houve um momento em que tudo o que estou falando aconteceu, a equipe foi desgastando. Terminamos esse primeiro tempo de jogo, de 90 minutos, 1x0. Vamos trabalhar para reverter em Salvador", projetou Guto Ferreira.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas