Guto usa criatividade e busca na base soluções para melhorar o Bahia

e.c. bahia
25.10.2021, 07:00:00
Atualizado: 25.10.2021, 07:34:02
Depois de estrear pelo time principal em 2019, Borel voltou a receber chance no Bahia (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Guto usa criatividade e busca na base soluções para melhorar o Bahia

Treinador enxergou no próprio elenco peças que estão ajudando o tricolor

Desde que chegou ao Bahia, Guto Ferreira vem dando outra cara ao tricolor. Antes vulnerável defensivamente, o time ganhou consistência e recuperou a competitividade que tinha no início da Série A. A prova disso é que o Esquadrão está há quatro jogos sem perder e sem sofrer gols. 

Esse "novo Bahia" passa diretamente pela criatividade do treinador. Logo de cara, Guto promoveu as entradas de Raí Nascimento no time e puxou Juninho Capixaba para a segunda linha, o que fortaleceu a marcação da equipe. 

Pouco conhecido do público por ter feito toda a formação no futebol espanhol, o jogador vem sendo destaque e ganhou elogios do treinador depois de marcar um dos gols no triunfo sobre a Chapecoense, na Fonte Nova. 

"Raí tem feito dentro de campo por merecer, um jogador com muita noção tática, nos ajuda muito na transição ofensiva, transição defensiva e ainda aparece na frente para passar, dar assistência ou fazer gols. Às vezes eu lamento um pouco que ele ainda está no processo de recuperação da forma, é um jogador muito intenso, entrega muito nos jogos e ainda não está com o ritmo de 90 minutos", explicou. 

Pouco conhecido, Raí Nascimento se firmou no Bahia sob o comando de Guto (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Com mais conhecimento do elenco, o treinador tem buscado no próprio clube outras soluções para os problemas que precisa resolver. Ao invés de insistir em jogadores que não conseguiram render o esperado na temporada, Guto Ferreira vem apostando em atletas formados nas categorias de base e que estão com um pouco mais de vontade para ajudar o tricolor. 

Um exemplo das mudanças de Gordiola está no ataque. Depois de 33 jogos sem conseguir "vingar", Oscar Ruiz foi afastado e o garoto Ronaldo passou a ser presença constante no banco de reservas. O atacante tem ajudado entrando no segundo tempo. 

Já no confronto com a Chapecoense, neste domingo (24), quando o Bahia venceu por 3x0, na Fonte Nova, Guto voltou a relacionar Douglas Borel. O lateral é destaque na base e estreou no time principal em 2019, quando tinha apenas 16 anos, mas só agora voltou a ter oportunidade. 

"A palavra é oportunidade, no momento certo, sem jogar para ele responsabilidade. Nesse momento ele tem que assumir a coadjuvância e com o tempo vai se consolidando, aí vai ser protagonista. Hoje Nino é protagonista, é um jogador que faz a diferença no elenco do Bahia. O Borel é uma questão de amadurecimento, e se faz o amadurecimento com oportunidades. Ele está treinando com o plantel principal, o que não estava acontecendo, entrou em campo, com personalidade, sentiu o calor da torcida, procurou fazer o que vinha fazendo no sub-23 e proporcionou a ele ser um dos destaques da equipe. O caminho é esse", disse o treinador.

Não será surpresa se outras caras novas aparecerem no Esquadrão nos próximos jogos. Guto tem acompanhado de perto os atletas do sub-23. Os atacantes Marcelo Ryan e Cuadrado, por exemplo, estão integrados ao grupo principal durante os treinos na Cidade Tricolor. 

Volta de Índio
Outro reforço que o Bahia ganhou para o restante da temporada foi o meia colombiano Índio Ramírez. O jogador voltou a entrar em campo depois de oito meses sem atuar por conta de uma cirurgia no joelho.

Ainda pegando ritmo e aprimorando o condicionamento físico, Ramírez é uma das esperanças dos tricolores e foi mais um que ganhou elogios do treinador.  
 

Ramírez voltou a jogar após oito meses e é arma do tricolor na sequência da Série A (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

"O Ramírez mostrou o talento que tem, é notório que ainda falta para ele o aspecto físico, mas é talentoso, é o jogador do drible fácil, passe ousado, visão diferenciada. Agora é condicioná-lo da melhor maneira possível, fazer ele nos ajudar", analisou. 

Em nova fase, o Bahia se prepara agora para enfrentar o Ceará, em jogo atrasado da 23ª rodada do Brasileirão. A partida será disputada nesta quarta-feira (27), às 19h, na Fonte Nova.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas