H1N1: doses excedentes da vacina vão para maiores de 5 e 50 anos

salvador
22.06.2018, 11:59:00
Atualizado: 22.06.2018, 12:56:21

H1N1: doses excedentes da vacina vão para maiores de 5 e 50 anos

Vacinação recomeça a partir de segunda-feira (25)

A partir da próxima segunda-feira (25), além dos grupos prioritários, poderão tomar a vacina contra o vírus H1N1 adultos entre 50 e 59 anos e crianças com idade entre 5 e 9 anos.

A decisão pioneira de incluir crianças com mais de 5 anos e adultos com mais de 50 anos foi tomada pelo Ministério da Saúde para aproveitar as doses que sobraram da estratégia. Salvador possui mais de 130 mil ampôlas do imunobiológico. 

“As doses que sobraram serão destinadas a esses dois grupos que a influenza pode evoluir para complicações, como pneumonia ou uma internação hospitalar. Essa acaba sendo mais uma oportunidade para se proteger já que neste ano de 2018, 88 casos de H1N1 já foram confirmados”, diz  Doiane Lemos, subcoordenadora de Doenças Imunopreveníveis. A Bahia já registra 26 mortes por H1N1.

As vacinas seguem disponíveis das 8h às 17h, nas 126 salas de vacina das unidades básicas de saúde da rede municipal. 

Para tomar a vacina é necessário levar um documento de identificação e, se possível, a carteira de vacinação e cartão SUS. Quem tem doenças crônicas deve levar a receita da medicação que usa com data dos últimos seis meses.

A partir de agora poderão ser imunizadas: crianças de 6 meses a 9 anos; adultos a partir de 50; trabalhadores da saúde; gestantes; puérperas (mulheres que estão amamentando); professores das redes pública e privada; indígenas; pessoas privadas de liberdade (incluindo adolescentes cumprindo medidas socioeducativas); profissionais do sistema prisional. 

Clique na imagem e confira a lista de postos de saúde onde a vacina estára disponível:

Balanço
Salvador atingiu a meta de imunização contra o vírus H1N1. Mais de 541 mil pessoas do público-alvo foram vacinadas durante a campanha nacional de vacinação contra gripe, iniciada em 23 de abril. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o município atingiu a meta de imunizar pelo menos 90% do público-alvo.

Esses grupos são formados por indivíduos com 60 anos ou mais; crianças com idade entre seis meses e cinco anos; gestantes e puérperas (até 45 anos dias após o parto); trabalhadores da saúde; professores; povos indígenas; portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas; população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas