Hemoba pede ajuda para manter estoque de sangue em nível seguro

salvador
15.01.2020, 16:14:00
Atualizado: 15.01.2020, 16:17:34
(Mauro Akin Nassor/CORREIO)

Hemoba pede ajuda para manter estoque de sangue em nível seguro

Hemóveis entrarão em manutenção ainda no começo deste ano

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba) está em busca de doadores para manter o estoque de sangue abastecido durante o período de manutenção preventiva das Unidades Móveis de Coleta (Hemóveis).

A campanha, intitulada "Operação Verão", pretende atrair doadores para uma das 25 unidades fixas de coleta distribuídas na Bahia e manter uma quantidade considerada segura de bolsas no estoque.

Uma das estratégias para aumentar o número de doadores é aumentar o horário de atendimento aos sábados no mês de janeiro. 

"Em nível de captação, as Unidades Móveis representam quase 40% das coletas que realizamos, superando 23 das 24 unidades de coleta no estado. Estamos mobilizando o público da capital para que doem na sede da Hemoba e nas unidades de Cajazeiras, Hospital do Subúrbio e Hospital Santo Antônio", explica o diretor da Hemoba, Fernando Araújo, que explica que devido à manutenção dos Hemóveis há uma necessidade maior de reforçar os estoques para continuar atendendo às demandas transfusionais com segurança.

Coordenadora de Captação e Coleta, Iara Matos, acrescenta que a Hemoba está aberta a receber grupos de doadores e firmar novas parcerias. "Essa relação que temos com os doadores fidelizados é fundamental. Costumamos agendar os grupos durante as tardes, período em que a unidade fica mais vazia. Convidamos diversos segmentos da sociedade, como por exemplo, empresas, igrejas, unidades de saúde, universidades e associações. Essa participação faz toda a diferença", ressalta.

Para agendar a doação em grupo é preciso mandar um e-mail formalizando o pedido para conta.captacao@hemoba.ba.gov.br, informando o nome do grupo e a quantidade de doadores. Será enviado um código personalizado para que a doação possa ser realizada.

Através deste código, será possível ter um controle de quantos são os candidatos à doação e quantos compareceram ao hemocentro.

Quem pode doar?
Doar sangue é simples, rápido e seguro. Segundo o Hemoba, o organismo repõe o volume de sangue doado nas primeiras 24 horas após a doação e todo o material utilizado no processo de coleta é descartável, sem oferecer nenhum risco de contaminação para o doador.

Para doar, o voluntário deve estar em boas condições de saúde, pesar acima de 50 quilos, sendo necessário estar bem alimentado, tendo, preferencialmente, ingerido alimentos sem gordura. O doador precisa ter entre 16 e 69 anos de idade (menores de 18 anos devem estar acompanhados por um responsável legal) e apresentar documento original com foto, emitido por órgão oficial e válido em todo o território nacional.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas