Homem que esquartejou a esposa em SP confessa crime e diz que traição foi o motivo

bahia
07.01.2022, 20:39:39
(Reprodução)

Homem que esquartejou a esposa em SP confessa crime e diz que traição foi o motivo

O investigado está no Conjunto Penal de Vitória da Conquista, e será transferido no dia 21 deste mês para a capital paulista

O pedreiro Assuero dos Santos Severo, preso por matar e esquartejar a esposa Cláudia Almeida dos Santos, de 38 anos, na noite do Natal, disse, em depoimento à polícia, que cometeu o crime após descobrir um relacionamento extraconjugal.

Após o crime, Assuero pegou as duas filhas do casal e fugiu para a cidade de Tremedal, no interior baiano. Segundo a Polícia Civil da Bahia, o suspeito se apresentou no Distrito Integrado de Segurança Pública (Disep) em Vitória da Conquista, onde teve o mandado de prisão temporária cumprido e permanece custodiado.

Conforme o delegado Gustavo Tortorelli, responsável pela prisão, o autor foi interrogado no Plantão Central da 10ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Vitória da Conquista), no dia 30, acompanhado de um advogado e confessou que esfaqueou e esquartejou a vítima, no bairro Vila Ré, zona Leste de São Paulo, no dia 24.

O homem está no Conjunto Penal de Vitória da Conquista, de onde será transferido no dia 21 deste mês para São Paulo.

Relembre o caso

Está preso em Vitória da Conquista, no sul da Bahia, o pedreiro Assuero dos Santos Severo. Ele era procurado pela polícia por matar e esquartejar a esposa Cláudia Almeida dos Santos, de 38 anos, em São Paulo, na noite do Natal. Após o crime, Assuero pegou as duas filhas do casal e fugiu para a cidade de Tremedal, no interior baiano. 

Segundo a Polícia Civil da Bahia, o suspeito se apresentou no Distrito Integrado de Segurança Pública (Disep) em Vitória da Conquista, onde teve o mandado de prisão temporária cumprido e permanece custodiado. Ele será levado para São Paulo, onde ficará à disposição da justiça.

O crime aconteceu na noite do dia 24 de dezembro, quando a família viu a vítima pela última vez. Vizinhos escutaram a discussão do casal depois que ela recebeu a ligação de um homem. Ele esfaqueou a mulher depois da ceia de Natal, quando as filhas já estavam dormindo. Imagens de câmeras de segurança na rua onde eles moravam flagraram o momento em que Assuero sai da casa carregando malas, com as partes do corpo da esposa.

A Polícia Civil de São Paulo localizou o corpo de Cláudia na manhã do dia 31 de dezembro, na zona leste de São Paulo. "Policiais civis realizavam diligências em buscas pelo paradeiro da vítima, a qual possuía um B.O. de desaparecimento, quando encontraram partes de um corpo feminino nas avenidas Calin Eied e Dr. Luís Ayres", diz a nota da polícia. Ainda segundo a corporação, duas malas de viagem utilizadas no crime foram apreendidas.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas