Hondurenhos retomam caminhada em direção aos Estados Unidos

mundo
21.10.2018, 19:00:00
Atualizado: 21.10.2018, 19:05:06
(PEDRO PARDO/AFP)

Hondurenhos retomam caminhada em direção aos Estados Unidos

900 hondurenhos atravessaram ilegalmente a fronteira pelo rio Suchiate

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Os migrantes hondurenhos retomaram neste domingo a caminhada em direção os Estados Unidos. Eles partiram de Ciudad Hidalgo, depois que atravessaram a fronteira da Guatemala com o México mesmo desafiando as advertências mexicanas e de Washington de não entrar em seus territórios de modo ilegal.

Um parte dos migrantes cruzou de modo ilegal o rio fronteiriço e escapou da vigilância de centenas de policiais mexicanos sobre a ponte internacional. As autoridades só tinham autorizado a passagem de mulheres e crianças. Cerca de mais de 4 mil pessoas partiu de Honduras há mais de uma semana. 

“Ninguém vai nos deter, se já nos jogamos no rio e já fizemos tudo para chegar aqui, eles não vão nos deter”, disse em entrevista à AFP Aarón Juárez, 21 anos, que caminhava com dificuldades por causa dos ferimentos nos pés. Ele viaja ao lado da esposa e do bebê de poucos meses.

Segundo informações do governo mexicano, 900 hondurenhos atravessaram ilegalmente a fronteira pelo rio Suchiate.

Agora, os migrantes seguem em direção a Tapachula, a 40 km de Ciudad Hidalgo, em um trajeto que esperam concluir em cerca de seis horas. Esta vai ser a primeira parada de um percurso de aproximadamente 3 mil quilômetros até a fronteira mexicana com os Estados Unidos. Ao todo, a caravana já percorreu mais de 700 quilômetros desde a cidade de San Pedro Sula, em Honduras, de onde saíram em 13 de outrubro, até Ciudad Hidalgo, no México. 
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas