Horóscopo de 1/7: veja previsões para esta sexta

oscar quiroga
01.07.2022, 12:44:00

Horóscopo de 1/7: veja previsões para esta sexta

Somos seres furiosos

Data estelar: Marte e Plutão em quadratura.

Nunca saberemos ao certo se a fúria que há em nós é resultado do tanto de sustos que levamos através do sinuoso processo de nossa educação, ou se, por ventura e desventura, somos furiosos por natureza e assustamos as pessoas com que nos relacionamos com nossa brutalidade, e vamos repetindo isso automaticamente sobre o convencimento de que apenas estamos reagindo aos acontecimentos.

Certo é apenas que precisamos fazer algo construtivo com as fúrias que serpenteiam por baixo de nossa conduta cordial, e de nosso sarcasmo habitual, que deixa as pessoas perplexas, não sabendo se o que escutaram foi apenas uma piada inofensiva ou se foram ofendidas.

Somos seres furiosos, e se passamos tempo demais sob qualquer tipo de opressão, explodimos e viramos a mesa.

ÁRIES: Assuma a responsabilidade de tomar a iniciativa e fazer acontecer o que espera acontecer, porque se continuar esperando, a tensão aumentará a níveis insuportáveis. Melhor fazer acontecer, do que continuar esperando.

TOURO: As impossibilidades nem sempre se apresentam como desafios que seja obrigatório superar. Em alguns casos, as impossibilidades se apresentam como um claro convite a você recuar e encontrar um lugar seguro.

GÊMEOS: Não há como agradar a todo mundo, isso é proverbial, porém, na prática a alma continua pretendendo ser uma unanimidade. Deve haver algo digno nesse movimento, mas, ainda assim, é necessário você separar o joio do trigo.

CÂNCER: A urgência produz tensões desnecessárias e coloca as pessoas em confronto, justamente na hora em que todo mundo deveria colaborar. Não importa, o que interessa agora é que essa tensão sirva de gatilho para a ação.

LEÃO: Um rompante pode servir para aliviar a tensão interna, porém, raramente produz efeitos práticos benéficos, que verdadeiramente aliviariam a tensão real. Porém, se é isso o que se tornou possível, que seja!

VIRGEM: A paciência acaba e a tentação de chutar o balde vence. Assim se dão as coisas quando passa tempo demais sustentando o suspense, sem nada ser definido. Suspenses não foram feitos para durar tanto. É preciso finalizar.

LIBRA: As discórdias precisam ser passadas a limpo antes de se acumularem e produzirem explosões, cujos efeitos colaterais seriam perniciosos. Este é o momento em que a paciência acaba, o momento de maior tensão. Administre.

ESCORPIÃO: Ao não saber definir o que precisa ser feito, mas ao mesmo tempo sentir a urgência de entrar em ação, o melhor a fazer é criar amizade com o tempo, porque a pressa nunca será uma boa conselheira. É assim.

SAGITÁRIO: Não se trata de território nem tampouco de tomar posse do que considera seu, se trata de conviver de uma forma harmoniosa com todas as pessoas que fazem parte de sua vida. Só isso resolve, o resto é maquiagem.

CAPRICÓRNIO: Há coisas que se arrastam e que não vale mais a pena carregar, a paciência não merece ser investida nessas condições. Portanto, tente se livrar do que amarra você ao passado com golpes firmes e decisivos.

AQUÁRIO: Abrir a boca para esclarecer e acabar provocando uma discórdia, isso acontece com mais frequência do que a desejável. Cuide apenas para intervir nos assuntos em que sua alma realmente tenha interesse de participar.

PEIXES: Diante das emergências, adote uma postura de desapego dos resultados, se prontificando para fazer o necessário, mas sem a ansiedade de ter de obter tais ou quais resultados. Assim, a magia da vida se apresentará.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas