Humorista Kleber Lopes, de 39 anos, morre por complicações da covid-19

em alta
07.03.2021, 15:57:17
Atualizado: 07.03.2021, 19:37:43
(Foto: Reprodução/SBT)

Humorista Kleber Lopes, de 39 anos, morre por complicações da covid-19

Ele interpretou o personagem Rick Marcos, em 'A Praça é Nossa'

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O humorista Kleber Lopes, que interpretava o personagem Ricky Marcos em A Praça é Nossa, morreu neste domingo, 7, devido a uma parada cardíaca decorrente de complicações da covid-19. O SBT comunicou e lamentou o ocorrido.

Lopes tinha 39 anos e estava internado desde sábado, 6, no Hospital Municipal de Urgência, em Guarulhos, região metropolitana de São Paulo.

Ator e bailarino, ele começou a fazer parte do corpo de balé da emissora no início dos anos 2000 e atuou em diversas atrações, como musicais e eventos especiais.

Naquela década, ainda do balé, Lopes ingressou no programa de humor comandado por Carlos Alberto de Nóbrega, cuja abertura passou a ter uma apresentação de dança. "Ao longo dos anos, Kleber passou a fazer figuração e elenco de apoio nas esquetes, destacando-se pela irreverência e o talento", disse o SBT no comunicado.

Foi em 2016 que o ator começou a interpretar o personagem Ricky Marcos, um cantor inspirado em Ricky Martin. Depois, ele formou parceria com Andréa de Nóbrega, atuando como Gigi do quadro A Nova Rica. "O SBT presta solidariedade à família e aos amigos do ator e deseja que Deus conforte sua família", lamentou a emissora.

Humorista Kleber Lopes, de 39 anos, morre por complicações da Covid-19

Foto: Acervo pessoal

Leia mais notícias do Alô Alô.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas