Idoso de 80 anos toma Viagra e mata esposa após ela mudar de ideia e recusar sexo

em alta
30.12.2021, 08:31:38
Natalia tinha 61 anos (Foto: Reprodução)

Idoso de 80 anos toma Viagra e mata esposa após ela mudar de ideia e recusar sexo

Italiano cometeu feminicídio por achar que a esposa recusou por estar traindo-o com outro homem

Uma mulher de 61 anos foi esfaqueada até a morte pelo marido, de 80 anos, após mudar de ideia e recusar o sexo após o homem já ter tomado o Viagra. O caso aconteceu na noite de Natal na casa do casal em Fanano di Gradara (Itália).

Na discussão que terminou na morte de Natalia Kyrychok, Vito Cagnini a acusou de estar atraída pelo patrão, contou o jornal "The Sun". Esse, acredita, ele, pode ter sido o motivo para que Natalia desistisse de fazer sexo.

O octagenário matou Natalia e deixou o corpo ensanguentado no chão, antes de ir para a cama dormir, como se nada tivesse acontecido.

Mais tarde, no mesmo dia, o idoso telefonou para o restaurante onde sua esposa trabalhava como chef e disse ao proprietário que ele nunca a veria novamente.

"Sei que algo está acontecendo entre vocês dois", acrescentou ele. O patrão da vítima ligou imediatamente para a polícia.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas