Importante ponto turístico da capital, a Ponta de Humaitá será requalificada

salvador
08.07.2017, 09:12:00
Atualizado: 08.07.2017, 09:38:40

Importante ponto turístico da capital, a Ponta de Humaitá será requalificada

Projeto com melhorias compreende uma área de 12 mil metros quadrados

A Ponta de Humaitá, dona de um pôr do sol entre os mais concorridos de Salvador, começará a ser requalificada ainda este ano. O projeto que promete deixar ainda mais especial o fim de tarde num dos mais belos pontos turísticos da cidade foi apresentado à comunidade ontem  pela presidente da Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF), Tânia Scofield.

Ele prevê a requalificação de duas áreas na região, um espaço de 12 mil m² que vai desde a praça em frente ao píer até o espaço entre a Ponta e o Forte de Nossa Senhora de Mont Serrat, construção do século XVIII que foi palco da Sabinada e que é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

http://redacao.correio24h.com.br/fileadmin/acervo/correio24horas/Bazar/humaita.jpg
Área da Ponta de Humaitá na cidade baixa é tombada (Foto: Mauro Akin Nassor/CORREIO)

As intervenções serão, principalmente, de ordem urbanística e não contemplarão prédios privados - muitos deles em más condições. Tudo custará R$ 790 mil.

A primeira área a ser requalificada, entre a praça onde fica a igreja e o forte, é a que vai ter maior impacto visual. O mato alto, a calçada em más condições e a quadra com alambrado quebrado devem ficar no passado.

Intervenções
O lugar, menos popular que o local onde fica o pequeno farol, vai ganhar uma área de contemplação. A mureta do cais, recoberta de granito, vai ser recuperada também, mas a pedra vai ser retirada. “O granito destoava da arquitetura da época do conjunto e uma parte dele foi roubada”, explica Tânia Scofield.

http://redacao.correio24h.com.brhttps://correio-cdn1.cworks.cloud/fileadmin/acervo/correio24horas/Bazar/humaita1.jpg
Pisos  O piso ao lado da Igreja de Nossa Senhora do Monte Serrat será recuperado, assim como as rampas, os passeios e o guarda-corpo ao longo de toda a balaustrada que fica na área próximo ao Farol da Ponta de Humaitá (Foto: Reprodução)

O espaço também vai ganhar bancos e sanitários. Será implantada ainda uma área dedicada à prática de religiões de matriz africana; outro espaço terá um pergolado coberto por vegetação, criando uma roda de capoeira. Serão instalados bancos, lixeiras e outros equipamentos de mobiliário urbano.

Segundo Scofield, funcionários da FMLF conversaram com representantes de terreiro de candomblé e umbanda da região para que o espaço se mantenha ordenado após a intervenção. “Não pode deixar os agdás ali, deixar resto de comida”, afir

http://redacao.correio24h.com.brhttps://correio-cdn2.cworks.cloud/fileadmin/acervo/correio24horas/Bazar/humaita2.jpg
Praça  A praça que fica entre a igreja e o forte ganhará elementos de paisagismo e de urbanismo, com requalificação da quadra, criação de espaço para prática de religiões de matriz africana e roda de capoeira (Foto: Reprodução)

Já na segunda área, a mudança mais significativa será a retirada do antigo módulo de bilhetagem. “Ele é agressivo para a área, toma um pouco da visão da Baía de Todos os Santos. Se for necessário reconstruí-lo, que ele seja colocado em uma área mais afastada”, disse Scofield.

As rampas de acesso e os passeios, que estão em condições precárias, serão recuperados. A balaustrada receberá guarda-corpo, que aumenta a proteção entre ela e a água. “A gente se preocupa com a segurança dessa área. O guarda- corpo evita que ocorram acidentes”, pontua a presidente. A mureta, hoje suja e pichada, também deve ser recupera

http://redacao.correio24h.com.brhttps://correio-cdn3.cworks.cloud/fileadmin/acervo/correio24horas/Bazar/humaita3.jpg
Estacionamento A área do estacionamento terá ordenamento, assim como recuperação de todo o meio-fio e paisagismo no canteiro central. A área do píer ficou de fora, mas o módulo de bilhetagem será retirado (Foto: Reprodução)

Ainda haverá recuperação de do meio-fio e do piso no entorno da igreja. A área do estacionamento será ordenada e o canteiro central será recuperado e terá paisagismo. A área do píer ficou de fora da requalificação.

Incerteza
O prazo de entrega da obra ainda não foi definido, já que o projeto de requalificação precisa ser primeiro aprovado pela Caixa Econômica Federal, que é quem vai liberar a verba. O dinheiro, R$ 790 mil, provém de uma emenda parlamentar do deputado federal Benito Gama (PTB-BA).

A presidente FMLF, Tânia Scofield, enviou o projeto ao banco na última semana. Ela estima que a reforma da Ponta de Humaitá possa estar pronta em meados de maio de 2018. “Se a Caixa demorar dois meses para aprovar o projeto, o processo de licitação deve demorar mais dois meses e a obra, até seis meses”, calcu

http://redacao.correio24h.com.brhttps://correio-cdn1.cworks.cloud/fileadmin/acervo/correio24horas/Bazar/humaita4.jpg
Estacionamento  A área do estacionamento terá ordenamento, assim
como recuperação de todo o meio-fio e paisagismo no canteiro central. A área do píer ficou de fora, mas o
módulo de bilhetagem será retirado (Foto: Reprodução)

A prefeitura vai entrar com uma contrapartida de 5% do valor total e pode contribuir também com eventuais intervenções adicionais que sejam necessárias durante a construção. “Não temos uma grande obra, temos uma obra simples, mas de muito impacto”, avalia Scofield.

Demanda Antiga
A reforma na área já era uma demanda antiga dos moradores do bairro. “Eu não acreditava porque já houve promessas anteriores. Isso aqui é muito bonito, é um ponto de convergência”, disse Edson Soares, 73 anos, vice-comodoro do Clube de Iates de Itapagipe.

Já a presidente o Conselho Comunitário de Mont Serrat, Cecília Maron, comemorou: “Ficamos muito tempo abandonados. Nossa Humaitá está acabada, tem muito vandalismo, muita droga, muito assalto. Tenho esperança de ver Humaitá como era antigamente”.

Moradores querem reforma da igreja
Durante a reunião entre a Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF) e a comunidade do bairro de Mont Serrat, onde fica a área a ser requalificada, ontem de manhã, moradores fizeram outro pedido de reforma na área: a Igreja de Nossa Senhora de Mont Serrat, que fica ao lado do farol.

A presidente da FMLF,Tânia Scofield, no enanto, disse que a igreja poderia ser pintada, desde que a intervenção contasse com o apoio dos responsáveis pelo templo.

Existe um projeto de reforma da igreja, inclusive já aprovado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), mas que ainda não foi iniciado.

O templo está com as paredes pichadas e com janelas quebradas. Em  algumas paredes já aparecem rachaduras. Procurada, a Ordem de São Bento, que é a responsável pela administração da igreja, afirmou que não tinha um representante disponível para atender à reportagem do CORREIO até o fechamento desta edição.

No entanto, a Ordem informou que a igreja continua aberta diariamente para missas e também para visitação. A Igreja de Nossa Senhora de Mont Serrat foi tombada em 1938 pelo Iphan.  O santuário de Nossa Senhora do Mont Serrat foi fundado por volta de 1580 e o cojunto teve projeto do arquiteto militar italiano Baccio da Filicaya.

Cantor Levi Lima abraçou demanda dos moradores
O projeto de requalificação de Humaitá contou com o incentivo do cantor Levi Lima, vocalista da banda Jammil, que gravou um DVD no local em 2014 e seguiu com shows mensais por lá entre setembro e o Carnaval.

“Quando você começa a conhecer a comunidade, fazer amizade, você passa a conhecer os problemas”, diz Levi Lima. Há dois anos, ele e o empresário da banda, Paulo Borges, abraçaram o desejo dos moradores de ver a área reformada, com a estrutura que a paisagem da Baía de Todos os Santos merece.

Eles foram até a Secretaria de Cultura e Turismo de Salvador (Secult) solicitar a intervenção e outras melhorias para  Mont Serrat. O encontro acabou resultando numa emenda parlamentar aprovada em fevereiro de 2016 e liberada em dezembro.

“A gente apenas aproximou os moradores do público. A vitória foi toda dos moradores”, diz o cantor Levi Lima. Agora, a banda sonha em ver a intervenção pronta e em fazer seus próximos shows na Ponta de Humaitá no Verão, desde que não atrapalhem a obra.

“A gente quer estar aqui com pessoas que querem vivenciar essa energia incrível que esse lugar tem”, resume.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/plateia-abandona-sessao-por-cenas-de-sexo-explicito-de-filme-em-cannes/
Cena de sexo bastante longa em banheiro entre personagens foi criticada
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/classico-caverna-do-dragao-e-revivido-em-live-action-para-comercial/
A recepção da propaganda foi tão boa que internautas logo pediram um filme
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/juntos-e-shallow-now-5-versoes-do-hit-menos-piores-que-a-de-paula-fernandes/
Tem nos ritmos forró, country e, claro, no estilo pagodão da La Fúria; ouça
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/famoso-no-video-game-drift-conta-ate-com-campeonato-brasileiro/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/mostra-espelhos-dafrica-exibe-filmes-realizados-no-continente/
Evento acontece até 1º de junho no Espaço Cultural da Barroquinha e na Sala Walter da Silveira
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/ivete-sangalo-vira-desenho-animado-em-clipe-do-canal-infantil-mundo-bita/
Cantora comentou projeto, que faz parte de nova temporada da animação
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/do-inferno-de-volta-para-a-terra-hellboy-ganha-reboot-nas-telonas/
Novo filme estreia nessa quinta (23) e também conta a história de origem do personagem
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/toy-story-4-disney-libera-versao-dublada-do-novo-trailer-veja/
Marco Luque e Antonio Tabet dublam personagens na versão brasileira
Ler Mais