Incêndio atinge galpão da Cinemateca Brasileira em São Paulo

brasil
29.07.2021, 18:49:00
Atualizado: 29.07.2021, 19:34:34
(Reprodução/Redes Sociais)

Incêndio atinge galpão da Cinemateca Brasileira em São Paulo

Local já foi atingido por incêndio em 2016 e por enchentes em 2020; instituição é a "guardiã" do cinema nacional e guarda obras e documentos do audiovisual do Brasil

Um incêndio atingiu o galpão da Cinemateca Brasileira no começo da noite desta quinta-feira (29). O Corpo de Bombeiros informou à imprensa que recebeu um chamado sobre fogo em uma edificação comercial por volta das 18h. 

O galpão fica na Rua Othão, número 290, na Vila Leopoldina, Zona Oeste de São Paulo. De acordo com informações da GloboNews, o galpão da Cinemateca Brasileira que está em chamas abriga 2 mil cópias de filmes, além do acervo do Canal 100, cinejornal que cobriu eventos esportivos importantes

De acordo com informações preliminares, não há vítimas no local. O Corpo de Bombeiros enviou onze viaturas para combater o fogo. O local guarda materiais altamente inflamáveis.

O local já foi atingido por um incêndio em 2016. Na ocasião, cerca de 500 obras foram destruídas pelo fogo. Outros três incêndios na Cinemateca foram registrados, nos anos de 1957, 1969 e 1982. No ano passado, um temporal alagou o galpão e destruiu parte do acervo. 

Abandono

Em julho do ano passado, o Ministério Público Federal em São Paulo (MPF-SP) entrou com uma ação na Justiça contra o Governo Federal por abandono da Cinemateca Brasileira. A promotoria questiona a falta de contrato para gestão da instituição.

O último contrato para gestão da Cinemateca firmado entre o governo federal e a Organização Social (OS) Associação Comunicação Educativa Roquette Pinto (Acerp) terminou no dia 31 de dezembro de 2019 e, desde então, não houve nova licitação.

Na ação judicial, de 2020, o MPF-SP destacava problemas como risco de incêndio, falta de vigilância, além de atrasos nas contas de água e luz, e atraso no pagamento de salários.

No entanto, em maio deste ano, o MPF-SP suspendeu a ação contra a União depois que o governo federal se comprometeu a mostrar as ações implementadas pela preservação do patrimônio no prazo de até 45 dias.

Guardiã da cinema nacional

A Cinemateca Brasileira é a nstituição responsável pela preservação da produção do cinema nacional. Criada na década de 1940, a instituição conta com cerca de 250 mil rolos de filmes e mais de um milhão de documentos relacionados ao cinema brasileiro.

Além do incêncio ocorrido em 2016, a Cinemateca já havi sofrido outros incêncidios, o primeiro deles em 1957, outro em 1969 e um terceiro em 1982. Ao longo desses incidentes, mais de 4500 rolos de filmes foram perdidos. Após a enchente de 2020, o Governo Federal não divulgou a quantidade de material perdido.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas