Incêndios atingem regiões da Chapada e do Sul da Bahia; Bombeiros combatem chamas

bahia
30.03.2021, 16:34:22
Atualizado: 30.03.2021, 17:10:23
(Divulgação SSP)

Incêndios atingem regiões da Chapada e do Sul da Bahia; Bombeiros combatem chamas

De acordo com a SSP, chamas na região de Una e do Parque Nacional da Chapada Diamantina estão controladas por equipes dos grupamentos de Ilhéus e Itaberaba

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Equipes dos 5º e 11º Grupamentos de Bombeiros Militar, de Ilhéus e Itaberaba, respectivamente, intensificam o trabalho contra incêndios que atingem pontos de Mata Atlântica nos municípios de Una, extremo Sul do estado, Palmeiras e Lençóis, na região da Chapada Diamantina. De acordo com o Governo do Estado, 50 militares atuam, desde a última semana, no controle das chamas.

 
Em Una, a operação ocorre nas proximidades da Ilha de Comandatuba. 16 bombeiros trabalham na contenção do fogo, que já atingiu cerca de 50 hectares de matagal de difícil acesso. O comandante do 5º GBM, tenente-coronel Ednei Silva Factum Anjos, explicou que o trabalho é reforçado com o apoio de drones cedidos pela prefeitura do município. 

“É com esse equipamento que conseguimos mensurar o tamanho da extensão tomada pelas chamas. Debelamos o fogo na parte que atingia os arredores do aeroporto da cidade e estamos unindo esforços pra conter o restante do fogo”, contou.
(Divulgação SSP)
(Divulgação SSP)
(Divulgação SSP)
(Divulgação SSP)
(Divulgação SSP)
(Divulgação SSP)
 
Já as equipes do 11º GBM, compostas por 34 bombeiros, monitoram três pontos de incêndio que atingiram o Parque Nacional da Chapada Diamantina, entre os municípios de Palmeiras e Lençóis. A tropa atua, desde o dia 24 de março, nas regiões do Morro do Camelo e do povoado de Estiva, localizadas em uma Área de Proteção Ambiental (APA). 

“Podemos dizer que os focos já estão controlados e agora estamos trabalhando com o rescaldo e o acompanhamento do local para evitar que outros pontos voltem a queimar”, contou o subcomandante do 11º GBM, major Murilo Rocha. 

Além dos caminhões Auto Bomba Tanque, mochilas costais, abafadores e enxadas, as equipes contam com o apoio de duas aeronaves do programa 'Bahia sem Fogo', coordenado pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema), brigadistas voluntários e de equipes do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
  • Assinaturas: 71 3480-9140
  • Anuncie: 71 3203-1812
  • Ache Aqui Classificados: 71 3480-9130
  • Redação: 71 3203-1048