Independência da Bahia: confira a programação que marca o retorno das festividades

salvador
28.06.2022, 06:00:00
(Paula Froes/ CORREIO)

Independência da Bahia: confira a programação que marca o retorno das festividades

Prefeitura e governo do estado preparam cinco dias de programações

Após dois anos sem desfile, o Dia da Independência da Bahia voltará a ser comemorado do jeito tradicional, com a participação dos soteropolitanos no desfile dos carros do caboclo e da cabocla, que simbolizam a luta e resistência dos povos. A partir do tema “A construção da nossa história”, a edição de 2022 busca enaltecer o protagonismo dos baianos e baianas na conquista da independência do Brasil no estado. 

“O povo adora a festa e estava com saudades. Pensamos em uma programação original e que funcione como abertura para a celebração dos 200 anos da Independência da Bahia, que acontece em 2023. O 2 de julho precisa da rua e do povo para ser comemorado e reverenciado. Muita alegria com essa volta à normalidade e a ocupação de nosso território”, afirma Fernando Guerreiro, presidente da Fundação Gregório de Mattos (FGM), órgão municipal à frente do evento.   

Para o retorno como manda a tradição, a FGM preparou cinco dias de programações. O início será na quinta-feira (30) com a saída do Fogo Simbólico da cidade de Cachoeira. A expectativa é que a chama chegue a Salvador, no Largo de Pirajá, no dia seguinte, por volta das 16h. Já na sexta-feira (1º), acontece a celebração do Te Deum, às 09h, na Igreja Rosário dos Pretos. A reza em ação de graças é realizada desde a expulsão das tropas de Salvador, que definiu o dia da independência do estado.

A alvorada com a tradicional queima de fogos, no Largo da Lapinha, que marca a preparação do Cortejo Cívico, será no sábado (02), às 6h. Na sequência, estão previstos o hasteamento das bandeiras e a deposição de flores no monumento do General Labatut. Às 8h30, a primeira parte do Cortejo é iniciada em direção à Praça Thomé de Souza, com homenagens aos heróis da independência pelo Convento da Soledade, Ordem Terceira do Carmo e Irmandade de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos.

O campeão olímpico de boxe, Hebert Conceição acenderá a pira do Fogo Simbólico, na segunda parte da caminhada, às 14h.  O momento será acompanhado pelo hasteamento das bandeiras, a deposição de flores no Monumento ao 2 de Julho e a execução do hinonacional e do Estado da Bahia. Além da programação cívica, ainda estão previstas algumas atrações culturais dentro das celebrações. 

Expectativa 
Nunca, em 198 anos de história, a Bahia havia deixado de comemorar sua independência como pede a tradição. O marco foi quebrado pela pandemia do coronavírus, que obrigou a suspensão da festa por dois anos. Por isso, apesar da boa expectativa para o retorno da festividade e do desfile, os moradores da região da Lapinha ainda não voltaram a enfeitar as fachadas da casa como de costume. No local, apenas uma residência já recebeu a decoração. 

O imóvel que abriga o lar de idosos de Marize Meneses Oliveira, 63, não deixou de ser enfeitado nem durante a pandemia. Para ela, é uma questão de atender a "algo que vem do coração", diz. O local funciona há 23 anos, dos quais 10 ela está à frente, desde o falecimento do seu marido, que a incentivou a abrir o espaço. Antes, quem administrava era ele. 

A decoração deste ano está pronta desde o dia 21 de julho. Ela aproveitou as folhas dos pés de bananeiras que cultiva no quintal para fazer a ornamentação. Na fachada, há folhas nas laterais e no teto. “Eu faço desde 2014. Por ser um abrigo, eu achei que seria importante para empolgar os idosos a virem para a janela assistir o desfile” conta Marize. O que começou com uma forma de alegrar outras pessoas, a fez duas vezes vencedora do concurso de fachadas organizado pela FGM, em 2014 e em 2015. Este ano, ele não acontecerá, mas nem por isso Marize abandonou a tradição. 

Já na casa de Taiguara Santo, 52 anos, mesmo sem decoração, todos estão animados para a volta da festividade. "Antigamente isso aqui já estaria tudo decorado, Lapinha, Soledade… É que o tempo que ficamos sem a festa deu uma esfriada. Mas a tradição de acompanhar a celebração e o desfile ainda está muito viva. Quero ver o desfile e a cerimônia acontecendo, viver isso de novo", diz Taiguara, morador da Lapinha há 30 anos. 

Para Luis Eduardo Santana, 43, que mora na Ladeira da Soledade há 25 anos, a expectativa é a mesma. “Vou subir com a cervejinha para comemorar a volta do desfile. É algo que a gente sente falta, porque fazemos há muitos anos. Vivia isso com meus pais e continuo até hoje”, conta Eduardo.

Luciene dos Santos e sua família já viram muitos desfiles de Independência da Bahia da banca de lanches que têm e está há 60 anos ao lado do Pavilhão 2 de julho, de onde saem o Caboclo e a Cabocla, símbolos da data. “Esse ano vai ser um show. A empolgação está lá em cima. Ninguém aguentava mais, então a comemoração vai ser boa”, espera a comerciante.

Além do que foi planejado pela prefeitura, a celebração da Independência da Bahia ainda contará com shows no Parque de Exposições, programados pelo governo do Estado. A abertura será realizada no dia 30, com apresentações de nomes como Juliette, a banda Calcinha Preta e Adelmario Coelho. 

Serão três dias de festa. No dia 1 de julho tocarão Thiago Aquino, Simone e Simaria, Saia Rodada, entre outros. Para fechar a festa, no dia 2 de julho, Luan Santana, Carlinho Brown, Daniela Mercury e outras sete atrações subirão no palco do Parque.
   
PROGRAMAÇÃO OFICIAL

30 de junho 
07h30 – Saída do Fogo Simbólico de Cachoeira para Pirajá, em Salvador

1º de julho

Turno matutino

09h00 - Celebração do TE DEUM na Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos de Salvador.

Turno vespertino

16h00 – Chegada do Fogo Simbólico – Largo de Pirajá, hasteamento das bandeiras e  colocação de flores no túmulo do General Labatut

17h00 – Encerramento da Solenidade

2 de julho

Turno matutino

06h00 – Alvorada com queima de fogos no Largo da Lapinha.

07h00 – Organização do Cortejo Cívico.

08h – Hasteamento das bandeiras                   
     
08h10 - Colocação de Flores no monumento ao General Labatut e entrega dos Carros Emblemáticos     

08h30 – Início do Cortejo Cívico.

Homenagem aos Heróis da Independência: breve parada em frente ao Convento da Soledade

Homenagem da Ordem Terceira do Carmo: breve parada em frente à Ordem, para pronunciamento de um membro da Instituição.

Homenagem da Irmandade de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos: breve parada em frente à Igreja.

11h – Recolhimento dos Carros Emblemáticos dos Caboclos nos caramanchões da Praça Thomé de Souza.

Turno vespertino

14h15 – Organização do Cortejo Cívico.   

14h45 – Início do Cortejo Cívico.

15h15 – Cerimônia Cívica no 2º Distrito Naval

16h – Chegada dos Carros Emblemáticos e das Autoridades ao Campo Grande.

    
PROGRAMAÇÃO CULTURAL

1º de julho
    
14h – Visita Guiada ao acervo da Casa
15h – Encenação Museu Vivo na Cidade – A Heroína da Independência
Local: Casa do Benin

2 de julho 
    
09h – Museu Vivo na Cidade – Heróis da Independência saúdam o Caboclo e a Cabocla, na sacada da Casa do Benin
Local: Casa do Benin

12h às 17h – Culinária Musical – gastronomia com afrochef Jorge Washington, Atração musical: Sinho Bernardo com participação de Denise Correia, Performance poética: Jocelia Fonseca e encenação do Museu Vivo na Cidade.
Local: Casa do Benin

17h30 às 21h30 – XXXI Encontro de Filarmônicas – Regência: Maestro Fred Dantas
Local: Campo Grande

3 de julho

17h às 19h – Show de Gerônimo em homenagem ao 2 de Julho
Local: Campo Grande

19h às 21h30 – Baile da Independência – com a Orquestra do Maestro Fred Dantas.
Local: Campo Grande

5 de julho

18h30 – Volta dos Carros Emblemáticos. Participação da Orquestra do Maestro Reginaldo de Xangô, Fanfarras e Grupos Culturais.
Local: Campo Grande - Lapinha

PARQUE DE EXPOSIÇÕES 

30 de junho (quinta-feira) - abertura dos portões às 17h
Banda Pirilampo abre programação às 18h
Solange Almeida
Parangolé
Adelmario Coelho
Geraldo Azevedo
Juliette
Bruno e Denner
Calcinha Preta

1º de julho (sexta-feira) - abertura dos portões às 18h
Papazzoni abre programação às 19h
Jeane Lima
Lincon
Simone e Simaria
Saia Rodada
Thiago Aquino

2 de julho (sábado) - abertura dos portões às 14h
Filipe Escandurras abre programação às 15h30
Psirico
Flávio José
Luan Santana
Carlinho Brown
Daniela Mercury
Murilo Ruff
Seu Maxixe
Estakazero

*Com orientação da subchefe de reportagem Monique Lôbo
 

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas