Influencer da Ucrânia morre de covid-19 após dizer que doença não existia

coronavírus
18.10.2020, 14:17:00
(Reprodução)

Influencer da Ucrânia morre de covid-19 após dizer que doença não existia

Ele chegou a fazer post já internado afirmando que doença era séria

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um influenciador digital ucraniano morreu no sábado (17) aos 33 anos por conta da covid-19. Dimitriy Stuzhuk, que era especializado na área fitness, chegou a dizer que o coronavírus era uma invenção antes de adoecer.

A imprensa inglesa publicou relato da ex-mulher do influencer, Sofia, contando que Stuzhuk pegou a doença em viagem para a Turquia. Ele foi hospitalizado e chegou a receber alta, mas por conta de complicações cardíacas teve que voltar ao hospital.

"Seu estado é extremamente grave. Ninguém pode fazer nada com isso. Fiz tudo o que pude para que o pai dos meus três filhos vivesse. Mas nada depende de mim agora", afirmou Sofia, horas antes da morte de Stuzhuk.

Enquanto estava internado, ele chegou a postar nas redes sociais. Stuzhhuk afirmou que a covid-19 era uma doença séria, contrariando sua descrença inicial.

"Quero compartilhar como fiquei doente e alertar fortemente a todos. Eu pensava que covid não existia... até que fiquei doente. Covid-19 não é uma doença simples. É grave", escreveu.

Ele compartilhava com os seguidores sua rotina de vida saudável, com dicas de exercícios e alimentação. O influencer deixa três filhos, sendo que o mais novo é um bebê de nove meses.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas