Instagram vai lançar ferramenta de denúncia para 'fake news'

tecnologia
21.08.2019, 19:21:00
Atualizado: 21.08.2019, 19:21:53
(Foto: Reprodução)

Instagram vai lançar ferramenta de denúncia para 'fake news'

Sistema deve começar a funcionar em duas semanas

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Nas próximas duas semanas, o Instagram prepara o lançamento de uma ferramenta que permite aos usuários da plataforma denunciar posts que consideram falsos. O Facebook, que gere a rede social, anunciou a novidade como a expansão do Terceiro Programa de Checagem de Fatos (3PFC, na sigla em inglês) da empresa. 

O procedimento deve ser fácil, em apenas quatro passos. Primeiro, deve-se clicar nas reticências que aparecem no canto superior direito de cada postagem. A seguir, selecionar a palavra “denunciar”. O terceiro passo é indicar a opção “conteúdo inadequado”, e o quarto, em “informação falsa”. Depois de informada a suspeita de informação falsa, o Instagram vai verificar a postagem e pode agir.

A denúncia deve ser analisada pela equipe de verificação, que já atua em 30 países. De acordo com o portal de notícias sobre tecnologia Poynter, a porta-voz do Instagram Stephanie Otway informou que a postagem não vai ser excluída, mas seu alcance vai ser reduzido nas buscas e nas hashtags. O usuário que publicar o conteúdo denunciado não vai ser informado da acusação nem da verificação, tampouco da conclusão da rede social sobre a procedência da denúncia. 

Fact-cheking no Brasil 
O programa 3PFC foi lançado nos Estados Unidos em 2016 e chegou ao Brasil em maio de 2018 em parceria com plataformas de fact-cheking, como a Agência Lupa, a agência Aos Fatos e a Estadão Verifica. A partir das informações e denúncias recebidas, o conteúdo é analisado e o resultado é repassado ao Facebook, que pode adotar quatro tipo de sanções em relação ao conteúdo, desde a notificação do responsável até a redução de alcance do post. 

No Brasil, a nova tecnologia do Instagram deve chegar pouco depois da implantação no Estados Unidos, mas sem a funcionalidade completa. Isso porque os parceiros de verificação das possíveis informações falsas na rede social não foram escolhidos ainda, então o usuário vai poder denunciar, mas ainda não foi noticiado como ocorrerá o processo de checagem.

A matéria original pode ser encontrada aqui.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas