Integrante do grupo 'Sexteto' chora ao descobrir morte de Jô Soares; assista

brasil
05.08.2022, 09:11:00
(Reprodução / Redes Sociais)

Integrante do grupo 'Sexteto' chora ao descobrir morte de Jô Soares; assista

Jô Soares morreu na madrugada desta sexta-feira (05)

O saxofonista Derico Sciotti, que fez parte do grupo famoso de músicos 'sexteto', lamentou a morte do apresentador Jô Soares. Ele atuou por anos nos programas de entrevista do artista e chorou ao comentar sobre a partida do amigo de longa data, que morreu na madrugada desta sexta-feira (05), em São Paulo..

“É muito triste. Fiquei 28 anos lá, metade da minha vida trabalhando com o Jô. Tenho 56 anos e 28 foram trabalhando com ele, que é uma pessoa incrível, foi uma espécie de um pai mesmo. Tive momentos maravilhosos com ele. Ele me ensinou tudo”, disse em entrevista ao Bom Dia, SP.

(Foto: Reprodução/Globo/Ricardo Martins)

Derico falou que o amigo não gostava de dizer que fazia o programa sozinho, e sim, sempre com amigos e colegas que colocaram-no para acontecer.

“Comecei a trabalhar com ele aos 22 anos de idade e sai com 50 anos. A minha vida inteira passei ouvindo ele. Eu me sentava naquela cadeira e via a história do Brasil e do mundo passar. O carinho e a generosidade dele são inesquecíveis. Apesar do programa ser o ‘Programa do Jô’, ele dizia que não fazia sozinho. Sempre deu abertura para a gente desenvolver as nossas capacidades”, contou. 

Derico fazia parte do grupo junto com Chiquinho Oliveira (trompete), Miltinho (baterista), Bira (baixo), Tomati (guitarra), Osmar Barutti (piano), todos amigos de Jo Soares.

“Eu tive um pai que eu amei a vida inteira. Mas o Jô era uma pessoa diferente. Como profissional e tutor, ele me ajudou de uma forma que eu não tenho como externar a gratidão do que ele fez por mim”.
 

 

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas