Inteligência Artificial impulsiona o aprendizado personalizado

agenda bahia
16.09.2018, 05:55:00
Atualizado: 16.09.2018, 11:30:27
Ferramentas de IA poderão funcionar como tutoras de aprendizado (Divulgação)

Inteligência Artificial impulsiona o aprendizado personalizado

Educação pode se beneficiar dos recursos tecnológicos, diz especialista

Na área de educação, ferramentas dotadas de inteligência artificial nas escolas impulsionam uma experiência de aprendizado mais personalizado e focado nas necessidades específicas de cada estudante, respeitando suas características individuais. 

Para Mirian Rodrigues, Head de Tecnologia da Pearson Brasil, a IA atua como ‘tutor pessoal’ de aprendizado, já que as máquinas inteligentes têm capacidade de analisar as necessidades de cada estudante a partir da observação dos erros e acertos deles, e sugerir caminhos que melhorem o desempenho contínuo. 

“O caminho da educação se torna mais interessante para o aluno, além de atingir um nível bem elevado de eficácia”, acrescenta a especialista.

Uma mudança no modo como o ensino é praticado hoje, no entanto, não significa a extinção de profissões como a de professor, defende Mirian. “Pessoalmente, acho que o professor se torna ainda mais importante nessa jornada de transformação, mas com um papel de orientador e mediador das experiências práticas que maximizam o aprendizado”, opina.

Ainda de acordo com a Head de Tecnologia da Pearson, esse professor de um futuro cada vez mais próximo terá de desenvolver novas habilidades para viabilizar o desenvolvimento das chamadas “soft-skills” (habilidades interpessoais), como o pensamento crítico, solução de problemas, comunicação, entre outras.

“Penso em um futuro onde o professor será o líder que irá engajar seus alunos na solução de problemas reais, na melhoria continua das relações humanas e no equilíbrio social, onde certamente a tecnologia aplicada de maneira assertiva trará a abundância e o crescimento exponencial dos resultados almejados por todos” (Mirian Rodrigues) 

Avanços no Brasil e no mundo

O Brasil está dando seus primeiros passos na união entre inteligência artificial e educação. Mas o tema está em ascensão no país, embora a adesão às novas tecnologias dentro das escolas ainda seja baixa, tanto nas públicas quanto nas particulares, ressalta Mirian Rodrigues.

Ela cita um exemplo de plataforma da Pearson, de aprendizado personalizado dotado de IA, voltada para cursos de idiomas. A ferramenta funciona como assistente pessoal, observando os erros e acertos dos alunos nos exercícios e, por meio de uma solução adaptativa, sugere quais exercícios devem ser mais explorados e quais assuntos o aluno já demonstrou domínio e chegou a proficiência necessária. 

“Também Temos instituições universitárias no Brasil que já oferecem assistentes personalizados para ajudar o aluno a realizar suas atividades no campus e a orientar seu ciclo de aprendizado”, acrescenta.

Mirian Rodrigues: 'Acho que o professor se torna ainda mais importante nessa jornada de transformação' (Divulgação)

No exterior, as experiências com IA e educação estão mais avançadas, com o Canadá, segundo Mirian, encabeçando a lista dos países que se destacam no investimento em inteligência artificial voltada para o ensino e aprendizagem.

“Mas também tenho exemplos de países em desenvolvimento como a Índia, onde estive recentemente e pude analisar a efetividade de um novo sistema de ensino 100% digital chamado de MyPedia, que captura e analisa os resultados dos alunos, monitora e demonstra relatórios do índice de eficácia do aprendizado individual e recomenda o caminho, tanto para os alunos, como para os professores. As recomendações para o professor são as que mais se destacam, pois auxiliam na preparação das aulas e no uso da melhor abordagem para elevar o aprendizado de toda a turma respeitando as particularidades do grupo”, cita.

As contribuições da Inteligência Artificial para a Educação:

*Personalização – Com a ajuda da IA, professores podem oferecer aos alunos experiências de aprendizado mais personalizadas, flexíveis, inclusivas e engajadoras;

*Parceria – IA não vai substituir os professores humanos, ao contrário, a experiência dos professores será ampliada pela tecnologia e eles vão funcionar como interlocutores entre os estudantes e as ferramentas e recursos tecnológicos;

*Tutorias – Os ‘companheiros de aprendizagem’ vitalícios serão dispositivos dotados de inteligência artificial capazes de acompanhar o desenvolvimento de cada pessoa, individualmente, dentro e fora da escola, oferecendo tutoria em diversos temas;

*Avaliações – A tecnologia da IA deverá levar a novas formas de avaliação diferentes e mais eficientes que as provas convencionais atuais e que sejam capazes de medir o desempenho dos alunos em tempo real, ao mesmo tempo em que eles aprendem novas competências;

*Empregos – Em um futuro em que se espera que determinados empregos deixem de existir e outros sejam criados por conta do avanço tecnológico, a IA pode ajudar os sistemas educacionais a prepararem os profissionais do futuro para atuarem em uma nova realidade.

*Fonte: Pesquisa ‘Inteligência liberada: Um argumento para a Inteligência Artificial na Educação’, publicada em 2016 pela Pearson.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/piloto-alema-de-17-anos-sofre-acidente-grave-e-sera-operada/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/temer-ressalta-forca-e-estabilidade-das-instituicoes-em-pronunciamento/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/sessao-do-tj-ba-e-suspensa-apos-confusao-e-retirada-de-advogado/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/confira-o-clipe-da-cantora-argentina-lali-em-parceria-com-pabllo-vittar/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/voce-sabia-que-o-ford-mais-vendido-na-america-do-sul-e-feito-na-bahia/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/mostra-multimidia-homenageia-os-40-anos-do-correio/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/igreja-transmite-momento-em-que-pastor-e-baleado-em-culto-veja/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/camera-de-shopping-flagrou-conversa-de-empresario-que-matou-jogador-e-testemunhas/