IPC-Fipe desacelera para 0,32% em janeiro

economia
03.02.2017, 08:00:00
Atualizado: 03.02.2017, 11:43:32

IPC-Fipe desacelera para 0,32% em janeiro

Índice que mede inflação na maior cidade do país desacelerou em relação a dezembro (0,72%). Em 12 meses o acumulado é de 5,44%

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que mede a inflação na cidade de São Paulo, subiu 0,32% em janeiro, mostrando expressiva desaceleração ante dezembro (+0,72%) e também na comparação com a terceira quadrissemana do mês passado (+0,58%), segundo pesquisa divulgada hoje pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

No período de 12 meses até janeiro, o índice acumulou inflação de 5,44%.

Os custos de quatro dos sete componentes do IPC-Fipe subiram com menos força em janeiro do que no mês anterior. Foi o caso de Habitação (de +0,86% em dezembro para +0,01% em janeiro), Alimentação (de +0,27% para +0,16%), Transportes (de +0,53% para +0,50%) e Despesas Pessoais (de +1,18% para +0,12%).

Além disso, os preços de Vestuário tiveram queda de 0,86% em janeiro, contrastando com o aumento de 1,83% observado em dezembro.

Por outro lado, os custos de Educação saltaram 6,51% em janeiro, após exibirem alta marginal de 0,03% um mês antes, enquanto os de Saúde avançaram 0,70%, depois de mostrarem acréscimo de 0,36% em dezembro.

Veja abaixo como ficaram os itens que compõem o IPC-Fipe em janeiro:

Habitação: 0,01%

Alimentação: 0,16%

Transportes: 0,50%

Despesas Pessoais: 0,12%

Saúde: 0,70%

Vestuário: -0,86%

Educação: 6,51%

Índice Geral: 0,32%

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas