Irmãos gêmeos denunciados por estupro de vulnerável são presos em Coaraci

bahia
11.06.2021, 07:53:00
Atualizado: 11.06.2021, 07:54:04

Irmãos gêmeos denunciados por estupro de vulnerável são presos em Coaraci

Eles são acusados de terem estuprado uma adolescente de 12 anos, no último dia 9 de maio

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Os irmãos gêmeos Alex Cunha dos Santos e Alan Cunha dos Santos foram presos na última quinta-feira (10) após serem acusados de estuprarem uma adolescente de 12 anos, no dia 9 de maio desse ano, em uma região próxima à rodoviária municipal de Coaraci. A prisão ocorreu após acatar o pedido do Ministério Público estadual.

Além dos irmãos, Everton Santos Silva, que também é acusado de ter participado do estupro, foram denunciados por crime de estupro de vulnerável em ação penal ajuizada pelo promotor de Justiça Inocêncio de Carvalho. Everton Silva não foi localizado. Segundo a denúncia, os três estupraram uma adolescente de 12 anos no último dia 9 de maio em região próxima à rodoviária municipal de Coaraci.

As prisões ocorreram no município de Coaraci em operação realizada no início da manhã por equipes do MP, Polícias Civil e Militar para cumprimento dos mandados de prisão preventiva expedidos pela Justiça. Os mandados de prisão preventiva foram expedidos ontem, dia 9. Na decisão, o juiz Pedro Andrade Santos concordou com o MP de que a prisão preventiva seria necessária para assegurar a manutenção da ordem pública, conveniência da instrução criminal e a aplicação da lei penal.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas