iX: BMW apresenta seu SUV elétrico

autos & etc
14.11.2020, 07:00:00

iX: BMW apresenta seu SUV elétrico

Novo modelo tem 500 cv de potência e autonomia de 600 quilômetros

Porte de X5, a nova (e enorme) grade dianteira do M4 e muita potência, esses são os destaques do iX. O novo SUV elétrico da BMW será produzido a partir do segundo semestre do ano que vem na Alemanha e a marca alemã promete maior autonomia que seus principais concorrentes, o Audi e-tron e o Mercedes-Benz EQC. O novo BMW poderá rodar até 600 quilômetros, 150 km a mais que os rivais.

A grande dianteira do novo SUV é inspirada no esportivo M4
A grande dianteira do novo SUV é inspirada no esportivo M4
O porte do iX é similar ao do X5, outro modelo da BMW
O porte do iX é similar ao do X5, outro modelo da BMW
O interior é um misto de luxo e tecnologia. As telas se destacam
O interior é um misto de luxo e tecnologia. As telas se destacam
Os comandos do câmbio, do freio de estacionamento e da central multimídia
Os comandos do câmbio, do freio de estacionamento e da central multimídia (Fotos: BMW)

Além disso, o iX é rápido. Os dois propulsores elétricos geram 500 cv de potência, o que faz o SUV acelerar de 0 a 100 km/h em menos de 5 segundos. A nova tecnologia de carregamento do novo veículo permite o carregamento rápido com até 200 kW. Desta forma, a bateria pode ser carregada de 10% a 80% de sua capacidade total em menos de 40 minutos. Em apenas dez minutos, o veículo receberá energia suficiente para ampliar a autonomia do carro em mais de 120 quilômetros. Ou seja, no tempo de um café é possível ganhar autonomia para ir de Salvador para Feira de Santana.

VIA URUGUAI
Depois de sair do mercado de caminhões, a Ford está de volta ao segmento comercial com a Transit. Lyle Watters, presidente da Ford América do Sul, anunciou que a empresa irá produzir a Transit no Uruguai, em 2021, para os mercados da América do Sul, em parceria com a Nordex.

A Ford e a Nordex investirão conjuntamente US$ 50 milhões, gerando 200 empregos diretos e empregos indiretos adicionais, o que representará uma importante contribuição para a economia uruguaia. Concorrente de modelos como Iveco Daily, Mercedes-Benz Sprinter e Renault Master, a Transit foi comercializada no Brasil entre 2008 e 2014. Na época, era importada da Turquia.

A Ford irá produzir a Transit no Uruguai em parceria com a Nordex (Foto: Ford)

LUXO NA BAHIA
A BMW foi a campeã de emplacamentos entre os veículos premium no mercado estadual. A marca alemã somou 25 unidades e ficou na frente da Volvo, com 24 carros, e da Audi, com 13 unidades. Na sequência, vieram Land Rover em quarto lugar, com dez carros, e Mercedes-Benz, com sete veículos.

OS FAVORITOS
Entre os veículos, empate triplo na primeira posição: BMW Série 3, BMW X1 e Volvo XC60, cada um com dez unidades. Na segunda colocação, o XC40, com nove unidades, e, em terceiro, com sete exemplares, o Land Rover Discovery.

Na sequência aparecem: Audi A3 (6), Audi Q5 (5), Volvo XC90 (4) e Mercedes-Benz GLA e Classe A com três unidades cada. As demais marcas e modelos tiveram dois emplacamentos ou menos.

O Volvo XC60 (foto), ficou empatado em primeiro lugar com dois modelos da BMW: Série 3 e X1 (Foto: Volvo)

ACELERE NA PISTA
Dia 6 de dezembro, um domingo, a Bahia vai receber um evento inédito, o Hot Lap - The Challenge. Nessa prova, cada piloto busca fazer sua melhor volta, em uma pista de kart, travada. É o piloto contra o relógio, um carro por vez na pista. A iniciativa é da F2 Eventos Esportivos, que irá realizar o evento no Kartódromo Ayrton Senna, em Lauro de Freitas.

"Estamos reacendendo o automobilismo amador em circuitos no nosso estado", comenta João Gonçalves Filho, piloto e sócio da F2. O valor da inscrição é de R$ 600 e, quem fizer a inscrição até dia 15, terá direito a um treino acompanhado por um piloto profissional. Para mais informações, envie uma mensagem para (71) 98102-7914.

O Hot Lap - The Challenge será realizado no Kartódromo Ayrton Senna e tem vagas limitadas (Foto: Antônio Meira Jr./CORREIO)

EM QUEDA
96,1 mil motocicletas foram emplacadas em outubro, um recuo de 3,5% na comparação com setembro. Já em relação ao mesmo mês de 2019, quando foram licenciadas 98,3 mil motos, a baixa foi menor, de 2,3%. Entre janeiro e outubro as vendas somaram 726,9 mil motos, o que representa queda de 18,8% na comparação com 2019.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas