Já pensou? Nordestão pode ficar sem baianos na fase final pela 1ª vez

e.c. vitória
30.03.2019, 06:00:00
Ba-Vi do Baiano pode ser o último do ano (Mauro Akin Nassor / CORREIO)

Já pensou? Nordestão pode ficar sem baianos na fase final pela 1ª vez

Bahia ou Vitória sempre passaram de fase em 15 edições do regional

Vatapá sem dendê, São João sem fogueira, Carnaval sem a pipoca, baião de dois sem feijão e arroz. Tem coisas da cultura nordestina que não podem, sob hipótese alguma, existirem soltas. Ou, se existirem, fica a sensação de ‘rapaz, tá faltando algo aqui’.

Aí, eu te pergunto: já pensou o Nordeste sem a Bahia? Ou então a Copa do Nordeste sem Bahia ou Vitória na fase mais decisiva? Parece absurdo, mas tente acreditar: esse cenário pode acontecer após a rodada deste sábado (30).

Bahia e Vitória estão chegando à última rodada da primeira fase em 5º lugar de seus respectivos grupos e dependem de uma combinação de resultados para passarem de fase. Confira as contas necessárias aqui.

Nunca aconteceu
Isso nunca aconteceu em 15 edições da história do regional. Seria 2019 o ano da primeira vez? Vai depender do Vitória, que recebe o Náutico, e do Bahia, que visita o Sampaio Corrêa, ambas as partidas começando às 16h.

Não custa lembrar que o Ba-Vi é o clássico que mais vezes aconteceu na Copa do Nordeste, 14 vezes – sendo a última em 3 de fevereiro deste ano, 1x1 na Fonte Nova.

Outro fato curioso: mesmo quando um deles ficou de fora do torneio em si, o outro foi lá e honrou o estado. Em 2003, o Bahia não quis disputar o regional e o Vitória foi campeão. Em 2016, o Leão não se classificou pelo estadual e o tricolor foi até as semifinais.

Em seis edições do regional a dupla chegou junta à fase final, inclusive as duas últimas. Em 2017, se enfrentaram nas semifinais e o Bahia foi quem avançou. Em 2018, o tricolor perdeu na final e o Leão caiu nas quartas de final, ambos diante do Sampaio Corrêa.

O Ba-Vi é, também, o único clássico estadual que decidiu a Copa do Nordeste. E não foram poucas vezes: três finais, com dois títulos para o rubro-negro (1997 e 1999) e um para o tricolor (em 2002).

Se tudo der certo e tivermos um novo Ba-Vi em 2019, será necessariamente pela final da Copa do Nordeste. Pelo regulamento, os cruzamentos das quartas de final e das semifinais serão entre times do mesmo grupo. 

O Vitória está no Grupo A, e o Bahia, no Grupo B. Os quatro primeiros colocados de cada chave avançam.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas