Jacaré de 2 metros invade banheiro de terreiro em Simões Filho: 'Morri de susto'

em alta
09.09.2021, 11:15:00
(Foto: Arisson Marinho / CORREIO)

Jacaré de 2 metros invade banheiro de terreiro em Simões Filho: 'Morri de susto'

Predador passou a noite inteira no local e só foi resgatado hoje de manhã

Era por volta das 19h desta quarta-feira (8) quando a natureza convocou a aposentada Célia Batista, de 59 anos. Apertada, ela saiu de sua cabana em direção ao banheiro coletivo da comunidade onde mora, em um terreiro de Simões Filho. Chegando ao local, ela viu que o reservado já estava ocupado por alguém que deu um susto tão grande nela que matou a vontade ali mesmo: um jacaré de quase dois metros.

"Eu tomei um susto horrível. Aqui é perto do mato, então já vi sucuri, jiboia, aranha caranguejeira e marimbondo, mas jacaré foi a primeira vez. Tive que sair correndo para chamar o Pai Thiago para me acudir", narra Dona Célia, que, com medo do invasor, não conseguiu dormir de noite.

Ao ouvir os berros, Pai Thiago de Ogum foi correndo acudir sua filha. “O povo tava gritando ‘jacaré, jacaré’... Até pensei que alguém do terreiro tivesse se vacinado”, brincou o religioso. 

Pai Thiago e, atrás, o banheiro que virou o esconderijo do bicho (Foto: Arisson Marinho / CORREIO)

Chegando ao banheiro, Pai Thiago viu que, de fato, o terreiro recebeu a visita de um predador. Ele, então, fechou a porta do toilette e iniciou a saga para tentar resgatar o animal.

“O jacaré e a cobra, por exemplo, são animais encantados pela natureza. E Oxóssi é o protetor de todos os animais. Oxóssi é um orixá que caça para trazer fartura para todas as famílias, apenas para alimento, nunca para simplesmente matar. Por isso chamei as autoridades para realizarem o resgate”, conta o líder.

O primeiro contato feito, de acordo com ele, foi com o Corpo de Bombeiros por volta das 20h. As horas foram passando e nada do resgate chegar. “Liguei de novo umas 23h e fui informado que uma guarnição já estava a caminho”, revela. Porém, era um alarme falso. Nenhuma viatura foi até o local buscar o animal.

Em nota, o Corpo de Bombeiros da Bahia alega que não recebeu nenhum chamado para atender o resgate de um jacaré na noite desta quarta-feira. A única ligação registrada por eles teria ocorrido às 8h da manhã desta quinta (9). 

Pai Thiago, no entanto, garante que o contato foi feito e, para provar, apresenta quatro ligações para o 193 no histórico de chamadas do celular. Ele jura que falou com um atendente, que teria registrado o pedido.

Sem resgate, Jaqueline, nome dado ao jacaré, passou a noite inteira trancada no banheiro. Só na manhã desta quinta, após equipes de reportagem chegarem ao local, que uma equipe da prefeitura de Simões Filho foi buscar o bicho. 

“Vieram com veterinário, carro da prefeitura e me disseram que iam levar Jaqueline para um bom lugar”, comemorou o pai de santo.

A pedido do CORREIO, a Prefeitura de Simões Filho enviou nota explicando a situação do jacaré. Segundo a gestão municipal, o animal estava em bom estado de saúde e de conservação, sem nenhum ferimento, se tratava de uma fêmea já adulta.

"Após avaliação do veterinário da Secretaria Municipal de Meio Ambiente - SEMMAS, foi transpotado para o Centro de Triagem de Animais Silvestre (CETAS)/Inema, no Parque de Pituaçu, onde foi novamente avaliado pelo veterinário do CETAS e encaminhado para a quarentena, onde posteriormente será solto em uma Área de Proteção Ambiental. A equipe da SEMMAS retornou a Travessa Amazonas para uma nova avaliação da fauna e flora do local", conclui o comunicado.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas