Jequié: casal é preso após saquear carga de produtos de beleza em caminhão que tombou

bahia
16.07.2020, 07:44:00
(Foto: Divulgação/PRF)

Jequié: casal é preso após saquear carga de produtos de beleza em caminhão que tombou

Flagrante ocorreu após a uma equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF) receber denúncia

Um homem de 44 anos e uma mulher de 47 anos, que não tiveram a identidade reveladas, foram presos em flagrante após saquearem a carga de um caminhão de produtos de beleza tombado no Km 653 da BR 116, nas promiximidades de Jequié, no sudoeste da Bahia. A ação aconteceu no início da manhã desta quarta-feira (15).

O flagrante ocorreu após a uma equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF) receber uma denúncia de que particulares furtavam a carga de um caminhão que se encontrava acidentado, após tombar na via. Os agentes se deslocaram para o local e conseguiram interceptar duas pessoas que carregavam caixas com produtos de beleza diversos. 

Eles foram presos em flagrante pelo crime de furto que tem pena prevista de um a quatro anos de prisão. Em seguida, foram encaminhados com a mercadoria recuperada (dez caixas) para a Polícia Civil de Jequié.

De acordo com a lei, toda carga é considerada como patrimônio, mesmo que presumidamente perdida após acidentes. Sua apropriação por populares é um crime previsto no Código Penal (CP). E quem compra produtos saqueados também comete crime.

Para informações, denúncias, comunicação de crimes e acidentes a PRF dispõe do número de emergência 191. A ligação é gratuita e atende 24 horas em qualquer parte do País.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas