Joelma diz que 'prefere a morte' a voltar com Chimbinha, que se irrita

em alta
31.08.2021, 08:09:56
Atualizado: 31.08.2021, 08:30:12
(Foto: Divulgação)

Joelma diz que 'prefere a morte' a voltar com Chimbinha, que se irrita

Guitarrista não gostou da notícia do retorno do Calypso sem ele

A notícia da volta da banda Calypso fez muitos fãs ventilarem uma possível volta de Joelma e Ximbinha, separados desde 2015. No entanto, a possibilidade foi rechaçada completamente pela cantora, que disse "preferir morrer" a reatar o casamento com o ex.

“Voltar com o ex? Prefiro a morte!. Voltar com a minha banda. Esse projeto é cem por cento meu”, disse ela sobre o retorno do Calypso.

Essa e outras declarações deixaram o guitarrista irritadíssimo. A banda foi criada por ambos em 1999 e, desde o término, os dois brigam na Justiça pelo controle da marca. Até que a disputa seja solucionada, nenhum dos dois podem retornar com a banda.

“Tem muita coisa por vir (…). Ano que vem a gente está com a turnê Isso é Calypso, e a banda Isso é Calypso vai voltar”, festejou Joelma.

Ximbinha não gostou de ver a ex-mulher usando o nome dele e da Calypso para promover seu novo trabalho. Em nota, ele afirma que, “por determinação judicial, a marca somente pode ser usada se estiverem os dois sócios juntos”. 

“Desta forma, a Banda só poderia retornar na sua formação original, e não apenas por um dos artistas”, diz o comunicado.

Joelma, no entanto, pretende usar o nome “Isso é Calypso”, e não Banda Calypso”.

Joelma e Ximbinha se separam em meio a rumores de traição por parte do guitarrista. Após muitas brigas, os dois seguiram carreira solo e não se falam mais. O cantor atualmente é casado com Karen Kethlen, com quem mora na casa onde viveu com Joelma, no Pará. Karen é apontada como amante que foi pivô da separação do ex-casal.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas