Jornada do Sommelier discute futuro da profissão

paula theotonio
19.05.2022, 16:18:48

Jornada do Sommelier discute futuro da profissão

A segunda edição da Jornada do Sommelier, promovida pelo capítulo gaúcho da Associação Brasileira de Sommeliers (ABS-RS), será em 4 de junho. O evento será transmitido gratuitamente no canal do YouTube da entidade e brindará não somente ao dia do profissional do serviço de vinhos, comemorado na sexta (3), como também ao Dia do Vinho Brasileiro, festejado no domingo (5).

O evento terá uma intensa programação e reunirá alguns dos principais nomes da profissão no Brasil para discutir o futuro dessa ocupação, como também o desenvolvimento do mercado vitivinícola. Entre eles, estão Renato Neves, melhor Sommelier do Brasil no ano de 2021; o pesquisador e escritor Rogério Dardeau e a jornalista Suzana Barelli, colunista de O Estado de São Paulo.

A versão presencial do evento, que acontecerá no hotel Spa do Vinho, em Bento Gonçalves (RS), contará com degustação exclusiva para os participantes e um momento de harmonização, com cardápio elaborado pelo chef pernambucano Fábio Lima. 

“Será um grande dia de confraternização para que sommeliers possam interagir com seus colegas e também refletir sobre esse mercado que está em pleno desenvolvimento no Brasil”, convida Júlio César Kunz, presidente da ABS-RS. 

Para participar do evento presencial, o público em geral pagará R$ 200 pelo ingresso, enquanto os associados da ABS-RS investirão R$ 100. As entradas incluem a participação em todo o evento com degustação de vinhos na feira e finger foods e pratos quentes no tasting harmonizado, além de um kit contendo uma taça e case. 

A programação pode ser vista no link https://www.absrs.com.br/jornada-sommelier
onde você também pode fazer a inscrição para o evento presencial.

Baianos entre os 100 melhores restaurantes do país
Eu e a editora-chefe do Jornal Correio, Linda Bezerra, estamos entre os 60 jurados do ranking 100 melhores restaurantes do Brasil, coordenado pela EXAME Casual. A lista prestigia  estabelecimentos de 10 estados brasileiros que sobreviveram à pandemia; que apostam no uso de ingredientes de boa procedência e com criatividade; e, principalmente, que conseguem oferecer uma experiência única. A baiana Lílian Brasileiro, do Só Vim Pela Sobremesa, também compôs o júri.

Além dos profissionais do estado, os estabelecimentos baianos também brilharam no levantamento. O Origem, dos chefs Fabrício Lemos e Lisiane Arouca, ficou em 4º lugar nacional, empatado com o Mocotó (SP). O Ori, também do casal, também foi destaque. Também em boas posições ficaram Amado, Carvão, Casa de Tereza, Chez Bernard, Dona Mariquita, Fasano Salvador, La Taperia, Manga Restaurante e o Pasta em Casa; todos com excelentes opções em vinhos. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas