Jornais CORREIO, do Commercio e O POVO criam Rede Nordeste

bahia
13.05.2018, 09:25:00
Atualizado: 13.05.2018, 09:53:20

Jornais CORREIO, do Commercio e O POVO criam Rede Nordeste

Três dos maiores jornais do Nordeste se uniram para fornecer aos seus leitores ainda mais conteúdo de qualidade e credibilidade

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O leitor atento já deve ter percebido mais conteúdo nordestino no CORREIO. O motivo disso é que três dos maiores jornais do Nordeste resolveram se unir para fornecer aos seus leitores ainda mais conteúdo de qualidade e credibilidade. Já está em curso a parceria da Rede Nordeste, em que leitores do jornal CORREIO poderão encontrar no site e na edição impressa notícias do Jornal do Commercio (Recife) e do jornal O POVO (Fortaleza) e vice-versa.

No site do CORREIO, por exemplo, os leitores puderam ter acesso a uma entrevista realizada pelo Jornal do Commercio (JC) com o cantor Lenine a respeito do seu novo disco. No dia 19 deste mês, o artista faz show em Salvador. Já através dos parceiros, foram reproduzidas matérias como aquela que trata da lancha encontrada no mar da Ribeira com 70 kg de cocaína. 

“A ideia é de compartilhar, principalmente, conteúdos exclusivos de cada uma das redações. Cada uma delas produz muito conteúdo interessante. E não é só matéria. Vale também para foto, vídeo e infografia”, explicou o diretor de Jornalismo e Mídias Digitais do CORREIO, Roberto Gazzi.

Nos sites dos três jornais haverá links para o conteúdo dos outros dois parceiros e no impresso terá indicação da origem do conteúdo publicado. 

Os leitores também vão ganhar ao acompanhar a cobertura de acontecimentos de alcance regional. “Quando houver um fato que tenha repercussão em toda a região, como o apagão que atingiu os nove estados, no dia 21 de março, o leitor dos três jornais vai ter uma dimensão do que aconteceu que vai além das suas fronteiras”, disse Gazzi. 

Arlen, Gazzi e Laurindo: parceria entre os jornais
(foto: Wladmir Lima)

Num mundo cada vez mais globalizado e de informação massificada, a Rede se fortalece ao oferecer mais conteúdo local e original, valorizando o Nordeste. A iniciativa fortalece ainda a região perante leitores de todo o país, já que os três veículos são referência para quem é de fora e busca  conteúdo regional.

“Juntos, somos o maior ‘hub’ de informações jornalísticas do Nordeste brasileiro. A Rede, sendo uma parceria na convergência de dados entre empresas de comunicação, é uma tendência no jornalismo. Na essência, somos uma aliança pelo jornalismo de qualidade”, comentou o diretor do Jornal O POVO, Arlen Medina Néri. 

Os três jornais juntos formam uma grande força da comunicação nordestina. A audiência somada dos integrantes da Rede Nordeste em março deste ano demonstra uma média diária de circulação de mais de 90 mil exemplares: 40.648 do CORREIO, 37.431 do JC e 13.694 de O POVO, segundo dados do Instituto Verificador de Comunicação (IVC). Em se tratando de audiência digital, os números são ainda mais significativos. No mesmo período, o site Correio24horas teve 29 milhões de page views, o Jornal do Commercio, 22,7 milhões, e O POVO, 11,1 milhões. 

“Este é um projeto onde compartilham seus conteúdos três marcas importantes do jornalismo nordestino. Marcas de credibilidade e relevância no Nordeste e no Brasil. É um projeto inovador e de força jornalística em tempos de fake news. Para esse grupo, a melhor vacina contra notícia falsa é jornalismo de credibilidade”, destacou o diretor do Jornal do Commercio, Laurindo Ferreira. 

A iniciativa contempla informação de todas as áreas, fazendo com que o leitor saiba mais sobre o que acontece na sua região. “Vamos nos potencializar nas coberturas de economia, política, esportes, cultura, tecnologia, meio ambiente. Informações checadas que impactam diretamente em públicos qualificados do Ceará, Bahia e Pernambuco”, explicou Arlen Medina Néri, diretor-geral de Jornalismo de O POVO. 

Confira as reportagens que já foram compartilhadas:

Homem mata criança e fere outra a facadas em Pernambuco

A história do homem que esfaqueou, com uma peixeira, uma criança e matou outra no dia 4 de abril, na Rua Otoniel Moura, em Pernambuco, contada pelo Jornal do Commercio foi reproduzida pelo Correio24horas. O crime teria sido motivado porque a família da criança assassinada e o suspeito não tinham uma boa relação.

Repórter do Ceará é agredida por torcedores após derrota do time
No dia 30 de abril, o Correio24horas publicou uma matéria do jornal O POVO sobre uma  repórter que foi agredida fisicamente e moralmente por torcedores após o Ceará ter sido derrotado numa partida com o Flamengo, na Arena Castelão. Ela foi xingada e, ao tentar sair do local,  segurada pelo braço por torcedores.

Novo disco de Lenine reflete os tempos nublados em que vivemos
Na última sexta-feira (11), o CORREIO publicou a crítica do jornalista José Teles, do Jornal do Commercio, sobre o novo álbum de Lenine, Em Trânsito. O álbum foi lançado nas plataformas digiais.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas