Jovem de 21 anos é morta a tiros após briga por cocô de cachorro

mundo
12.06.2020, 09:01:54
Atualizado: 12.06.2020, 09:06:06

Jovem de 21 anos é morta a tiros após briga por cocô de cachorro

Homem abriu fogo após casal colocar animal para fazer cocô em frente a sua casa, nos Estados Unidos

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Foto: Acervo Pessoal

Uma briga por causa de um cocô de cachorro terminou em tragédia na cidade de Denver, nos Estados Unidos, na última quarta-feira (10). Um homem revoltado com a forma como um casal lidava com os dejetos dos animais abriu fogo contra um casal, ferindo gravemente o namorado e matando uma jovem de apenas 21 anos.

As vítimas, identificadas como Isabella Thallas e Darian Simon - estavam passeando com seus animais quando o suspeito Michael Close, que estava dentro de seu apartamento, passou a brigar com os dois, informou o jornal Denver Post.

"O suspeito entrou em uma briga verbal com as vítimas porque o casal estava dizendo ao cachorro para fazer cocô na frente da casa dele", diz o diário sobre a provável causa da morte. 

Michael ficou questionando o casal repetidas vezes se eles iriam treinar o cachorro ou ficar apenas gritar com o bichinho. 

Darian, namorado da vítima, disse à Polícia que tentou ignorar as provocações do suspeito antes dele abrir fogo atingindo o rapaz com dois tiros e matando a garota.

Michael foi preso no mesmo dia enquanto dirigia por uma rodovia. Um rifle e uma pistola foram encontradas dentro do carro do suspeito.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas