Jovem morre afogado após pular em rio para tentar salvar cachorro

bahia
13.07.2018, 10:05:00

Jovem morre afogado após pular em rio para tentar salvar cachorro

Animal conseguiu sobreviver

Yago Souza, 19 anos, morreu na tarde de quarta-feira (11) após tentar salvar um cachorro que estava se afogando no rio Cachoeirinha em São Félix, no Recôncavo da Bahia. 

De acordo com a Polícia Militar o jovem não sabia nadar, mas, por impulso, se jogou no Rio Cachoeirinha para salvar o animal. O cachorro sobreviveu, mas Yago, morador do bairro de Santana, em Muritiba, também no Reconcâvo baiano, acabou morrendo. 

Foto: Divulgação

A 27ª Companhia Independente da Polícia MIlitar (CIPM/Cruz das Almas) informou que foi acionada na noite de terça-feira (10) pela tia da vítima que informou sobre o desaparecimento do jovem de 19 anos no Rio Cachoeirinha. A PM acionou o Corpo de Bombeiros e, no dia seguinte, o corpo foi localizado.

A Associação de Moradores do Bairro Santana, onde o jovem morava, emitiu uma nota de pesar após a morte dele através das redes sociais:
"As pessoas são insubstituíveis em sua existência, e quando são especiais, além da falta que fazem àqueles que as amam, deixam o mundo mais pobre. Sem o nosso amigo, o mundo perde um pouco do seu brilho, alegria e cor. Não temos palavras para expressar os nossos sentimentos. Pedimos a Deus que conforte o coração dos familiares e amigos neste momento de dor. Que a luz e o amor divino pairem sobre a alma de quem sofre esta imensurável perda, e os console e lhes dê serenidade para atravessar esta tempestade. A Deus pedimos também que dê ao nosso amigo o merecido repouso eterno em seu reino. Muito respeitosamente Associação de Moradores do Bairro Santana, prestamos as nossas condolências e deixamos os nossos mais sinceros pêsames para toda família do nosso jovem Yago Souza". 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas