Jovem recusa oferta de R$ 27 mil para apagar perfil que monitora voos de Elon Musk

em alta
01.02.2022, 08:28:37
(Foto: AFP)

Jovem recusa oferta de R$ 27 mil para apagar perfil que monitora voos de Elon Musk

Conta tem 260 mil seguidores no Twitter

Um jovem de 19 anos que mora nos Estados Unidos recusou uma oferta de US$ 5 mil (cerca de R$ 26,5 mil, na cotação atual) para desativar um perfil no Twitter que monitora todos os voos feitos por Elon Musk. O rapaz recusou a proposta, feita pelo próprio bilionário, e pediu US$ 50 mil (cerva de R$ 265 mil). O fundador da Tesla se recusou a pagar esse valor.

"Você pode tirar isso do ar? É um risco de segurança", disse Musk por uma mensagem privada no Twitter para Jack Sweeney, criador da conta que conta com 260 mil segudores. As mensagens foram compartilhadas por Sweeney com os sites "Protocol" e "Business Insider".

Em um momento, o bilionário ofereceu os US$ 5 mil para o jovem para prevenir que "pessoas doidas" ficassem monitorando seus voos. "Eu não adoro a ideia de ser alvejado por um maluco", escreveu o magnata.

Ao fazer a contraproposta, Sweeney afirmou que usaria o dinheiro para ajudar com os custos da faculdade ou talvez comprar um Tesla Space Model 3, um dos veículos elétricos da companhia de Musk.

O bilionário não gostou muito e disse que não "parecia certo pagar para tirar a conta do ar". A última mensagem foi enviada pelo estudante, que se ofereceu a apagar o perfil em troca de um estágio – mas a oferta não foi respondida.

O jovem tem outros perfis que monitoram jatinhos de personalidades do mundo da tecnologia, como Bill Gates e Jeff Bezos.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas