Jovem viaja 12 horas de ônibus com bebê para comprar na Black Friday

salvador
23.11.2018, 05:00:00

Jovem viaja 12 horas de ônibus com bebê para comprar na Black Friday

A estudante e blogueira Nádia Naiara levou o bebê de cinco meses para buscar ofertas

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Aproximadamente 700 quilômetros. Uma viagem que, de ônibus, dura cerca de 12 horas. É muito chão, não acha? E é esse o desafio que Nádia Naiara Santana, 19 anos, enfrenta todos os anos para aproveitar a Black Friday em Salvador. Natural de Macaúbas, no Centro-Sul da Bahia, a estudante e blogueira é uma apaixonada por promoções.

O gosto por bater perna é tanto que nem com um filho de cinco meses ela deixou o hábito de lado. O pequeno Luís Felipe conheceu a capital baiana e rodou todo o centro da cidade no colo de sua mãe. 

“Eu coloco ele aqui e a gente vai longe!”, exclama a jovem mãe.

Nádia e o pequeno Luís Felipe rodaram o Centro de Salvador nesta quinta-feira (22)
(Foto: Mauro Akiin Nassor/CORREIO)

Nádia está hospedada na casa de um tio no bairro do Campo Grande. Através de uma conta no Instagram, a garota publica as melhores ofertas que encontra durante seu percurso. Na loja onde encontrou com a equipe do CORREIO, nesta quinta-feira (22), ela olhava os preços de algumas pranchinhas para alisar o cabelo - e gostava do preço.

Além da pranchinha, Nádia revelou que também pretende procurar roupas para ela e para o bebê antes de terminar a sua tour na Black Friday da capital baiana.

O empresário Paulo Motta, presidente do Sindilojas, entidade que reúne mais 145 mil associados na Bahia, disse que os descontos da Black Friday devem chegar até 80%, “uma verdadeira queima de estoque”.

“Os descontos vão depender muito dos lojistas, de como estão os estoques deles, os produtos que vendem. Essa data, que acaba se estendendo pelo final de semana seguinte à sexta-feira, é muito positiva para o comércio como um todo”, afirmou Motta.

Na edição de 2018, a expectativa é de que R$92 milhões sejam movimentados na Bahia. Metade desse valor, o correspondente a R$46 milhões, representa o valor gasto apenas em Salvador. A estimativa de vendas é da própria organizadora da Black Friday. No Brasil, o evento deve promover a realização de mais de R$ 2,5 bilhões em negócios, sobretudo relacionados a eletroeletrônicos, um aumento de 19% em relação a 2017.

Na Bahia, de acordo com o Sindicato dos Lojistas (Sindilojas) e a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL), as vendas de novembro devem ser elevadas em 3% por causa do evento, isso porque ainda há muitos lojistas que não participam diretamente. O mercado informal, por exemplo, entra nessa conta.


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas