Juninho lamenta falha em empate: 'Acidente de trabalho'

e.c. bahia
27.11.2019, 23:24:00
Atualizado: 28.11.2019, 10:44:45
Juninho falhou e deu um presente para Cazares marcar o gol do Atlético-MG (Tiago Caldas/CORREIO )

Juninho lamenta falha em empate: 'Acidente de trabalho'

Erro do zagueiro tricolor gerou o gol de Cazares para o Atlético-MG na Fonte Nova

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O torcedor do Bahia que foi à Fonte Nova na noite desta quarta-feira (27) voltou a sair insatisfeito. Com um futebol pobre, o time não passou de um empate por 1x1 com o Atlético-MG, pela 35ª rodada do Brasileirão.

Responsável direto pelo gol alvinegro ao errar o domínio na frente de Cazares, o zagueiro Juninho explicou o lance e pediu desculpas. “Foi um acidente de trabalho. Eu fui dominar a bola, ela bateu no montinho e acabou caindo nos pés do Cazares. Não tem muito o que explicar. É levantar a cabeça porque no final de semana já temos mais um desafio”, disse o zagueiro tricolor. 

Já o atacante Gilberto foi questionado sobre os protestos da torcida. Um setor do estádio chegou a chamar o time de “pipoqueiro” durante o jogo. O camisa 9 não quis entrar em polêmica e afirmou que não está faltando empenho do elenco. 

“Eu quero sair de qualquer tipo de conflito com a torcida, já errei com eles, qualquer tipo de apoio para a gente é valido. Não faltou luta, a gente está procurando acertar. Sair com o triunfo era importante. A gente vem lutando, vamos fazer isso até o final”, declarou o atacante.

O Esquadrão agora volta as atenções para a partida contra o CSA, no domingo (1º), às 18h, no estádio Rei Pelé, em Maceió. Roger terá o retorno de Guerra e João Pedro no duelo.
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas