Justiça penhora cachês de shows de Xanddy para pagar dívida de R$ 5 milhões

em alta
25.05.2020, 21:15:00
Atualizado: 26.05.2020, 16:39:58
(Reprodução/Instagram)

Justiça penhora cachês de shows de Xanddy para pagar dívida de R$ 5 milhões

Processo é referente ao não pagamento de um imóvel em Lauro de Freitas

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.


A Justiça da Bahia decidiu penhorar os cachês dos shows do cantor baiano Xanddy, vocalista do Harmonia do Samba. A medida visa obter recursos para pagar uma dívida que atualmente é superior a R$ 5 milhões para a empresa South América Serviços e Assessoria Logística. O processo, movido desde 2005, é referente a uma tentativa de compra de um imóvel pelo cantor e sua mulher, Carla Perez. A decisão é da juíza Luiza Elizabeth de Sena Sales Santos.

Em entrevista à Quem, Mohamad Fahad Hassan, advogado da empresa, comentou a decisão. “A credora descobriu que o cantor vem fazendo apresentações pela internet (lives) e que tem um show agendado para acontecer logo depois do fim do isolamento determinado pela crise da Covid-19. Diante disso, pediu a penhora dos valores que o cantor tem para receber com essas apresentações. A juíza do processo deferiu a penhora e mandou intimar a produtora dos eventos e também o Youtube para que depositem todos os valores judicialmente, em favor da credora”, explicou Mohamad.

Já Xanddy e Carla Perez movem uma ação contra a empresa. Eles alegam que a empresa vendeu uma casa que não era da corretora e pediu a anulação do contrato na época.

"Até hoje a South America continua insistindo em tentar receber dinheiro por uma coisa que na verdade nunca foi deles (a casa). A ação criminal de estelionato que movemos contra eles é justamente por essa insistência em querer receber o que não tem direito", disse Xanddy ao CORREIO nesta terça-feira (26).  

Em nota enviada ao CORREIO, o advogado do casal Leandro Neves rebateu as acusações. "Como ja falamos anteriormente, ingressamos com ação criminal contra a South America por estelionato e estamos recorrendo no Tribunal de Justiça. O processo está em recurso e confiamos na Justiça e que essa situação será brevemente solucionada”, explica Leandro Neves.

Entenda
O casal Xanddy e Carla Perez foi condenado a pagar a dívida, que atualmente é superior a R$ 5 milhões, em setembro do ano passado. O jurídico da empresa South América Serviços e Assessoria Logística diz que a companhia firmou acordo com Xanddy e Carla para negociação de um imóvel, em 2003, localizado em Lauro de Freitas. O casal teria se comprometido a pagar R$ 700 mil em cinco parcelas (com início em novembro de 2003 e última parcela em março de 2004). 

Entretanto, os dois não teriam honrado nenhuma parcela do acordo. Por conta disso, em junho de 2005, a South América entrou com ação exigindo o recebimento integral das promissórias, acrescido de multas e honorários, totalizando R$ 1,12 milhão. Nesses 14 anos de processo em aberto, a quantia subiu para R$ 5,11 milhões, com juros e correções. (Um dos representantes jurídicos dos artistas enviou nota de resposta ao CORREIO depois. Leia mais abaixo).

Em agosto de 2018, o juiz André de Souza Vieira autorizou a verificação judicial de contas bancárias de Xanddy e Carla Perez. A Justiça encontrou R$ 28 mil em contas bancárias de Xanddy. Nas contas de Carla, foram encontrados apenas R$ 57. Os valores das contas do casal não chegaram a ser bloqueados.

De acordo com o Uol, a empresa apresentou à Justiça as cinco promissórias que supostamente foram dadas como garantias de pagamento. Xanddy e Carla Perez não quitaram nenhuma delas.

Em novembro de 2005, o Tribunal reconheceu a existência da dívida e determinou a citação dos réus. A Justiça penhorou dois terrenos do casal, localizados em Lauro de Freitas. Xanddy foi intimado por um oficial de Justiça em 2008.

Em janeiro de 2019, a defesa de Xanddy e Carla solicitou embargo de declaração contestando o autor do processo. Os advogados do casal informaram à Justiça que, ao contrário do que acusa o jurídico da South América, não há qualquer prova de ocultação de bens.

A defesa do casal acrescentou que o Tribunal acertou ao indeferir o bloqueio de ativos de contas ligadas ao casal, pois "a ação de execução está devidamente garantida pelo imóvel objeto da ação, sendo este suficiente para garantir o valor atualizado da dívida".

Além disso, os advogados dos réus destacaram à Justiça que correm duas ações registradas por Xanddy e Carla Perez contra a South América, "de modo que a execução definitiva somente deverá ocorrer após o trânsito em julgados dos processos conexos".

Posicionamento
Após a notícia da condenação ser publicada, os representantes dos artistas baianos responderam a uma série de perguntas enviadas pelo CORREIO, por meio de uma nota. Leia o comunicado na íntegra:

“A South América jamais apresentou a escritura do imóvel que lhe outorgava direito a propriedade, nem mesmo a certidão da matricula, em que constasse como proprietária, mas apenas um contrato particular firmado com o verdadeiro proprietário em que este supostamente passava à empresa os direitos sobre o imóvel. Sendo assim, ela jamais foi proprietária do imóvel, e, pior, estava sofrendo questionamento judicial formulado pelo antigo proprietário em relação ao suposto contrato que firmou com a South América, em que essa adquirira os direitos sobre a propriedade. Tendo conhecimento disso, Xanddy e Carla suspenderam o negócio e se recusaram a efetuar qualquer pagamento até que as irregularidades fossem sanadas pela empresa, fato que jamais ocorreu. 

Sem direito algum, a South América, ingressou com ação de execução, visando o recebimento do valor ofertado, mesmo jamais tendo sido proprietária do imóvel e, portanto, podido vendê-lo.

Diante de todo o ocorrido, com o intuito de se proteger e minorar os enormes prejuízos que já haviam sofrido, Xanddy e Carla ingressaram com ação judicial para anular o contrato firmado com a South América, tendo em vista que claramente foram induzidos a erro para comprar um imóvel de quem jamais foi o real proprietário, estando o referido processo ainda pendente de julgamento no tribunal. 

Reitero a idoneidade do casal ao qual justifico, que nunca se envolveu em questões que desabonassem a sua conduta, sobretudo, dessa natureza. Infelizmente, por vezes, falta responsabilidade e clareza de algumas empresas na realização de negócios, e, pior, colocando em risco a imagem de pessoas honestas e de reconhecido caráter.  Seguimos na busca dos direitos de Xanddy e Carla, certos de que há provas cabais da irregularidade da tentativa de venda praticada pela South América”, explica Leandro Neves, advogado do casal, também sócio da advocacia Neves Souza."

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/ex-bbb-daniel-lenhardt-revela-que-so-fez-sexo-com-4-pessoas-inexperiente/
Ator também falou sobre primeira vez e sobre uma traição
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/confirmado-policia-anuncia-que-corpo-encontrado-boiando-e-de-naya-rivera/
'Ela reuniu energia suficiente para colocar seu filho no barco, mas não o suficiente para se salvar', disse xerife sobre a morte da atriz
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/adriano-imperador-fura-quarentena-para-curtir-baile-funk-no-rio-veja-video/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/corpo-de-naya-rivera-e-encontrado-exatos-sete-anos-apos-morte-de-cory-monteith/
Fãs relembraram coincidência trágica; série Glee ainda teve morte de terceiro ator
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/aves-se-aglomeram-em-tela-de-apartamento-apos-retirada-de-arvores-em-ilheus/
Vídeo de morador flagrou cena; prefeitura diz que outras árvores serão plantadas
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/tomou-leaozinho-da-parmalat-viraliza-ao-reaparecer-em-rede-social/
William Melasso revelou identidade em vídeo no TikTok; assista
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/simbolo-gigantesco-em-campo-atrai-atencao-de-curiosos-na-franca/
Especulações sobre origem incluem templários e, claro, ETs
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/uma-saudade-chamada-salvador-prefeitura-lanca-campanha-com-boas-lembrancas/
Proposta da Secult é manter a capital baiana no imaginário dos soteropolitanos e turistas
Ler Mais