Lavagem do Bonfim também tem festas profanas com estrelas da música

salvador
13.01.2016, 08:08:00
Atualizado: 13.01.2016, 15:57:18

Lavagem do Bonfim também tem festas profanas com estrelas da música

E não é que falte fé: é que as festas fechadas se tornaram um complemento à tradição

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Depois de cumprir as obrigações religiosas, uma opção para os fiéis que desejam curtir o lado profano da festa são as festas privadas, algumas delas com grandes atrações da música baiana e nacional, a exemplo de Carlinhos Brown, Diogo Nogueira e Xande de Pilares.

Igreja está pronta para receber cerca de um milhão de fiéis amanhã. Após festa da fé começam as festas profanas, um dos grandes atrativos do evento (Foto: Marina Silva/CORREIO)


E não é que falte fé: é que as festas fechadas se tornaram um complemento à tradição, contribuindo para o sucesso da Lavagem, explica o diretor-superintendente da Bahiatursa, Diogo Medrado.

“Além das festas de rua que engrandecem a lavagem, as festas fechadas atendem aos turistas e baianos que querem mais. Depois da tradição, o turista também quer vivenciar o Verão”, avaliou ele. E quem pensa que os religiosos se incomodam com o sucesso das festas paralelas à celebração sagrada, se engana.

Edson Menezes, reitor da Basílica do Bonfim, considera que isso ajuda na divulgação da tradição católica. “Entendo que tudo ajuda a somar e a atender os diversos gostos e as diversas necessidades”, pontuou o padre. Abaixo, algumas opções para baianos e turistas curtirem um pouco mais a Lavagem do Bonfim.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas